sábado, 20 de abril de 2024

Inclusive amor é a grande desilusão do que se pensava que era amor [ Citação 015]


"A um certo modo de olhar, a um jeito de dar a mão, nós nos reconhecemos e a isto chamamos de amor. E então não é necessário o disfarce: embora não se fale, também não se mente, embora não se diga a verdade, também não é mais necessário dissimular. Amor é quando é concedido conhecer um pouco mais. E poucos suportam perder todas as outras ilusões. Há os que se voluntariam para o amor, pensando que o amor enriquecerá a vida pessoal. É o contrário: amor é finalmente a pobreza. Amor é não ter. Inclusive amor é a desilusão do que se pensava que era amor." (Clarice Lispector)

Quando comprei a edição em e-book de "Todos os Contos" de Clarice fiquei mais ou menos incrédula se realmente eu conseguiria ler ainda nessa vida um calhamaço heterogêneo de 656 páginas, se esse não seria aquele elefante branco na minha Biblioteca Kindle. Surpreendentemente, isso não ocorreu, a leitura dos contos me tomam muitas vezes como uma febre. Pouco a pouco me vejo avançar atônita, encantada com cada lance de palavras, digressão, epifania e foi 57% do livro.

sábado, 10 de fevereiro de 2024

"Laços de Família" de Clarice Lispector

Janeiro foi um mês muito longo mesmo. Senti como se tivesse vivido um ano dentro de um mês, muita coisa aconteceu e tenho vontade de escrever sobre elas. Algumas escrevi a mão em meus cadernos e cabe transcrever, outras ficaram no mundo das ideias. Quero escrever aqui, mas não dou certeza. Certo mesmo é que quando o feriado de Carnaval aflorou no horizonte larguei minhas coisas em casa e vim para a casa dos meus pais com um livro de Clarice Lispector na bolsa e a escolha não foi aleatória, pensei mesmo no fato de um livro intitulado "Laços de Família" combinar muito bem com a decisão de passar esses dias com os meus e as minhas.

terça-feira, 23 de janeiro de 2024

Então me tornei o Frevo Nº 3

Na segunda semana de Janeiro Dandara, minha amiga, veio de Minas Gerais passar uns dias comigo. Foi uma visita muitíssimo agradável que encheu minha casa e meus dias de riso e companheirismo. Para celebrar uma visita tão especial nós fomos passear por todos os lugares bonitos possíveis em Recife e Região Metropolitana, nessas andanças, com alegria e pena, percebi que me tornei o Frevo Nº 3 de Antônio Maria.

quinta-feira, 4 de janeiro de 2024

"O Minotauro" de Monteiro Lobato


Comecei a ler Monteiro Lobato com nove anos, quando minha vizinha ganhou edições de "Caçadas de Pedrinho" e "O Saci" do patrão dela e me emprestou. Naquela época achei uma leitura muito divertida, gostei muito de acompanhar as aventuras de Pedrinho mata adentro, quis ser Pedrinho, procurava um Saci dentro de todos os pequenos redemoinhos formados por folhas de árvores da vida. Quando encontrei na 5ª Série, atual 6º Ano, um vol. de "Os 12 Trabalhos de Hércules" na biblioteca da escola e fui lá ler novamente.