domingo, 24 de dezembro de 2023

Exposição "Comigo Ninguém Pode: a pintura de Jeff Alan"


O Ano Letivo 2023 acabou sexta-feira em Jaboatão dos Guararapes, agora só falta o Conselho de Classe do 4º Bimestre e a Confraternização dos funcionários da escola a ser realizada no dia 29/12, e, para concluir meus registros desse ano gostaria de registrar que levamos 45 estudantes dos 8º Anos e 45 dos 6º Anos para vivenciarem a experiência de ir em uma exposição de arte no Espaço Caixa Cultural no Marco Zero do Recife.

Nem só de fracassos pedagógicos se vive, vez ou outra nós temos um momento ou outro de sucesso e achei que essa experiência foi bem exitosa. Foi maravilhoso ver meus e minhas estudantes que são majoritariamente negros e negras desfrutando da experiência de se verem protagonistas de algo que não seja cenas de violência de todo tipo.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2023

Diário de Novembro de 2023: Pombos, Bonito, Moreno, Caruaru & Recife.

Abri o blogger alguns dias atrás com a intenção de dar uma olhadinha nas coisas sobre as quais as pessoas amigas estão falando, entrei no blog da Débora "Contadora de História" e encontrei uma sequência de post formando um "Diário de Viagem" muito gostoso de ler. Baseada nessa vibração comecei a montar um post com pequenos registros de coisas que fiz em novembro para não deixar as lembranças se perderem.


Como é comum na vida das professoras, esses meses finais do ano costumam ser muito intensos, sugam nossa alma, espírito e corpo, por isso o post demorou a ser concluído. Só estou concluindo ele agora por já ter terminado a atualização das cadernetas on-line, minha única pendência são as recuperações finais de duas dúzias de estudantes. A imagem de capa desse post é Lion, por motivos dele ser a coisinha mais linda do meu multiverso, comentei em meu último post que ele estava adoentado e folgo em dizer: ele melhorou, Graças a Deus!

sábado, 4 de novembro de 2023

Ministrando aulas de História, fazendo aulas de dança, limpando a estante... fragilizada e tentando não quebrar de vez...

Esse arco final do ano está sendo dramático... Nunca me percebi com uma pessoa frágil, muito pelo contrário, tantas vezes me movi no mundo como quem arrasta uma espada, pronta para batalhar por uma vaga na universidade pública, um espaço no ônibus lotado as 6 da manhã, o salário para complementar a renda familiar e prover minha família, o direito ao acesso a Educação Infantil Pública, Gratuita, de Qualidade e Afetuosa para os bebês de uma creche na Zona Norte do Recife... Mestrado, vaga de professora publica concursa, ensino de História na Escola Pública, Gratuita, de Qualidade e Afetuosa... Política Antirracista, Piso do Magistério, Luta contra o Machismo, #EleNão, antifascismo, manutenção da qualidade de vida de meus pais, meus irmãos, meu país...

Não só vivo no mundo como enfrento aquilo que não concordo no mundo. Apesar não me considerar uma pessoa forte, sempre que alguém diz: "Você é mulher forte!", penso: "Eu não sei nem o que é força!" e, no entanto nunca me sentir frágil até aqui... É horrível! Não recomendo! Pequena, fraca, derrotada tudo bem... Isso eu entendo... MAS FRÁFIL É DEMAIS PARA MIM. Até admitir isso é um esforço e todavia é verdade, estou fragilizada.

quarta-feira, 18 de outubro de 2023

"Desonra" - J. M. Coetzee

 


Não lembro mais o porquê de "Desonra" ter ido para no meu kindle. Em algum momento de 2017 vi o e-book e comprei, mas não peguei para ler imediatamente e o tempo passou. Só agora topei novamente com ele e resolvi ler e fiquei absurdada com o magnetismo da narrativa do Coetzee. Comecei a ler meio incerta em relação às minhas próprias escolhas passadas e a forma como consigo ser uma perdulária profissional e muito rapidamente me vi presa em uma história muito tensa, narrada por um personagem problemático, dentro de um momento da nossa história recente muito enviesado e atroz.

domingo, 24 de setembro de 2023

... há de azul também cansaço...

"Então, pintei de azul os meus sapatos
por não poder de azul pintar as ruas,
depois, vesti meus gestos insensatos
e colori as minhas mãos e as tuas.

Para extinguir em nós o azul ausente
e aprisionar no azul as coisas gratas,
enfim, nós derramamos simplesmente
azul sobre os vestidos e as gravatas.

E afogados em nós, nem nos lembramos
que no excesso que havia em nosso espaço
pudesse haver de azul também cansaço.

E perdidos de azul nos contemplamos
e vimos que entre nós nascia um sul
vertiginosamente azul. Azul."
(Carlos Pena Filho)

Ultimamente estou o puro suco do desmantelo. Cheia de trabalho da escola, mil coisas na cabeça, um tantão assim enorme de angustias minhas misturadas a angustias de outras e outros. No entanto, outro dia fui visitar uma amiga minha que mora em Moreno, uma cidade próxima a Vitória de Santo Antão e foi um dia leve no qual andamos pelas ruas da cidade, paramos pelos cantos e tiramos fotos.

quinta-feira, 17 de agosto de 2023

Não tem nada a ver comigo...

"Eu ganhei paz, quando entendi que nem tudo é um ataque pessoa. Às vezes as pessoas são amargas, grosseiras e medíocres porque suas vidas já são péssimas. Cada um oferece o que tem e na maioria das vezes isso não tem nada a ver com você, é um problema interno deles." (@jeyleonardo)

Navegando nas redes sociais, ontem, topei com essa reflexão do Jey Leonardo. Estou pensando nela até agora enquanto processo os eventos de minha vida trabalhista dos últimos meses, semanas e dias.

Não dá para contar nada em detalhes e nem superficialmente, mas se fosse contar as conclusões finais dialogariam bem com a reflexão do Jey. Muitas das coisas as quais as pessoas nos submetem não tem a ver conosco, acredito também que o contrário é verdade.

Talvez todo mundo consiga lembrar de algum momento no qual foi desagradável com alguém, mas o problema não era o outro em si e sim o momento que estávamos vivendo e a forma como ele estava nos incomodando e nos levando a ser menos tolerante e paciente.

Estou aqui pensando, analisando minhas memórias e sentimentos e tentando entender o quanto as ações das pessoas se relacionam e respondem realmente as minhas ações e quanto elas não tem nada a ver comigo.

sábado, 12 de agosto de 2023

Outubro: História da Revolução Russa de China Miéville [40 Livros Antes dos 40/08]

Existem muitas resenhas de "Outubro: História da Revolução Russa" do China Miéville afirmando ser esse um livro de fácil leitura com uma prosa que flui. Particularmente não achei o livro de fácil leitura, demorei horrores para ler, recomecei do zero algumas vezes e, por fim, determinada a concluir a leitura fui lendo no melhor estilo "um pouquinho todo dia, todo dia um pouquinho".

quarta-feira, 2 de agosto de 2023

23ª FENEARTE

No Centro de Convenções de Olinda, cidade próxima a Recife, acontece todo ano a Feira Nacional de Negócios do Artesanato (FENEARTE). Segundo a lenda, site do evento, essa é o maior evento do segmento de Artesanato na América Latina e reúne artesãos e artesãs de várias regiões do Brasil e da América Latina.

domingo, 30 de julho de 2023

Imagineland 2023 em João Pessoa - Paraíba


Entre a última sexta-feira, dia 29 de Julho, e hoje, domingo, está acontecendo em João Pessoa - Paraíba, o "Imagineland", um evento voltando para a ideia de juntar pessoas que gostem de música, games, filmes, séries, cosplay, HQs e derivativos. O evento se propôs a trazer autores e autoras que estiveram envolvidos na produção de várias Histórias em Quadrinhos que gosto bastante, então decidi fazer um esforço de vontade e me deslocar de Vitória de Santo Antão para João Pessoa e viver essa experiência com Alexandre e Gisele.

quinta-feira, 20 de julho de 2023

A História pertence a todos nós [Citação 014]

“A história pertence a todos nós. Sempre que você fala sobre algo que lhe aconteceu, seus amigos, sua comunidade ou seu país, você está relatando a história através de eventos que ocorreram no passado. A história pode cobrir a política, economia, estilos de vida, crenças, trabalhos de literatura ou arte, cidade ou áreas rurais, incidentes dos quais você se lembra, histórias que os mais velhos lhes contaram, ou temas sobre os quais você apenas pode ler. Falando amplamente, tudo que já aconteceu até o momento em que você lê estas linhas é história, ou o estudo do passado.” (In: GOLDSCHMIDT JR, Arthur; AL-MARASHI; tradução Caesar Souza. Uma história concisa do Oriente Médio. 1ª ed. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2021.)

sábado, 1 de julho de 2023

"Mulher-Maravilha 01/51: Além-Mundos" de Michael W. Conrad e Becky Cloonan


A "Mulher-Maravilha" foi a minha porta de entrada para o mundo dos quadrinhos americanos. Ela é um símbolo muito conhecido de mulher forte. No imaginário coletivo é vista como alguém capaz de enfrentar os homens e vencer. Ainda não superei a frustração de perceber o quanto nem sempre as histórias da Princesa das Amazonas trazem ao leitor essa mulher forte consagrada no imaginário coletivo.

Ainda me sinto frustrada em recordar o quanto detestei a "Mulher-Maravilha dos Novos 52". A arte do Cliff Chiang realmente é espetacular, mas foi dureza acompanhar o Brian Azzarello derrubando o heroísmo da Diana a cada passo, desconstruindo a ideia de irmandade entre as Amazonas e, por derradeiro, dando a uma personagem pacifista em sua origem o título de Deusa da Guerra. Fiquei traumatizada e com o pé atrás diante de toda e qualquer publicação da mais famosa das heroínas. Foi com esse pé atrás que recebi a "Mulher-Maravilha: Além-Mundos" construída pela parceria do Michael W. Conrad com a Becky Cloonan.

sábado, 24 de junho de 2023

A contagem não feita dos dias...


Quando a gente para assim, em um inicio de uma noite de feriado, o tempo frio, o cheiro de fumaça e fogueira de São João ainda no ar, parece que os dias passaram rápido demais. Um instante atrás era Carnaval e agora já se foi metade de um ano. Talvez isso aconteça devido a contagem não feita dos dias, eles vão passando em sua velocidade corriqueira. Independente da gente sentir ou não, o tempo passa.

domingo, 28 de maio de 2023

"Alinhando os chakras" ou "Lembrando de viver um dia de cada vez"

"Os chakras são centros energéticos distribuídos pelo corpo, originários das escrituras sagradas do hinduísmo – a palavra chakra significa “roda” em sânscrito e, não à toa, eles estão em constante movimento. Sua comunicação se dá por canais condutores, chamados Nadis, por onde passa nossa energia vital."

domingo, 21 de maio de 2023

É como se cada célula do meu corpo quisesse ir para uma direção cardeal diferente...


Queria ter escrito bem mais nos últimos tempos, mas a vida foi acontecendo em redemoinhos que parecem se emendar um no outro e eu consigo ficar em média 6 horas por dia, segundo o cálculo do celular, presa no instagram e não consigo escrever alguma coisa no blog. Estou um tanto quanto descompensada. Amanhã tem aula, vou precisar acordar antes das quatro da manhã.

domingo, 26 de março de 2023

"Ana Sem Terra" de Alcy Cheuiche

Todo livro tem uma história pessoal de como chegou a nossa estante. Alguns tem uma história bem trivial, foram simplesmente comprados e pronto. Outros tem uma história mais interessante, "Ana Sem Terra" de Alcy Cheuiche, por exemplo, chegou a minha vida através da Ana Seerig. Ele é um dos livros com os quais ao longo do tempo ela foi me presenteou, está em minha estante desde 2016, tem uma dedicatória carinhosa, só o peguei para ler  Janeiro deste ano de 2023, mas li mesmo em Fevereiro animada pelo fato de uma das amigas de virtualidade que compartilho com Dona Ana ter lido e comentado o livro "Ana Terra" do Erico Verissimo.

quinta-feira, 23 de março de 2023

"Casas Vazias" de Brenda Navarro & "A Via Crucis do Corpo" de Clarice Lispector

Não sei através de quais fios "Casas Vazias" de Brenda Navarro e "A Via Crucis do Corpo" da Clarice Lispector se conectam, nem mesmo sei se é possível os conectar de alguma forma, mas li ambos os livros em sequencia, quase sem querer e sem pausa, impulsionada pela narrativa envolvente das duas autoras e, ao fim da leitura, botei na cabeça, sem motivo que iria escrever sobre os dois livros em um único texto.

domingo, 12 de março de 2023

Coleção África e os Africanos


Como Professora de História, tenho vivido a saga da construção de uma bibliografia robusta sobre os temas integrantes do currículo escolar brasileiro. Apesar da crescente desvalorização da Educação Escolar; do fato das aulas de histórias serem apenas três por semana, com sorte meus estudantes, frequentes, terão, ao final do ano letivo, 130 horas de estudo da História; tenho horror a ser propositalmente uma professora desatualizada. Então, quando descobri a "Coleção África e os Africanos" da Editora Vozes senti imensa alegria.

segunda-feira, 6 de março de 2023

Um episódio no 6º Ano: Qual a origem da Humanidade?

"Qual a origem da Humanidade?" é uma pergunta inevitável quando estamos dando aula de História para os 6º Anos. Essa é uma questão que sempre rende panos para mangas, mobiliza os estudantes, gera desconfortos e a resposta padrão é: "Deus criou professora!". Porém, no entanto, todavia, em 2022 um dos meus estudantes me surpreendeu com uma resposta diferente de todas que eu já tinha ouvido na ultima década de docência.

sábado, 25 de fevereiro de 2023

Super Show #9 do Super Junior em São Paulo


Fevereiro tem sido um mês muito longo, tantas coisas aconteceram que me  pergunto como pode haver tantas. O ano letivo começou e peguei seis 6º Anos, fiquei bastante feliz com isso, espero sinceramente, com a força do meu 20º ano de trabalho como professora, fazer um bom trabalho com eles. Peguei também os três 9º Anos da escola e o 8° E, estou sentindo coisas com eles, mas é a vida né. Deus Proverá! Passei a semana de Carnaval entre livro e Lion com minha família em Iguarassu e, o mais legal do mês: voei para São Paulo com o objetivo de conhecer a Luci, amiga de longa data, e vê pessoalmente minha boyband de kpop favorita, Super Junior, em um Super Show.

domingo, 5 de fevereiro de 2023

Porto de Galinhas, Ipojuca, Pernambuco, Brasil

Em Janeiro fui conhecer a famosa praia de "Porto de Galinhas", localizada no município de Ipojuca. Reza a lenda que esse nome vem do fato de a partir de 1850, quando o ato de traficar de pessoas africanas para o Brasil com o objetivo de escraviza-las foi proibido, essa região passou a ser o lugar escolhido para os navios aportarem. Como não se podia dizer "chegou uma nova leva de pessoas pretas africanas para serem escravizadas", pois a lei proibia, eles diziam; "chegou as galinhas" e o nome pegou. Não sei se a história é verdadeira, não averiguei os fatos, mas fui a "Porto de Galinhas" e quero comentar algumas coisas.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Janelas do meu quarto, 15 anos de blog e uma lista de livros de 2001

"Janelas do meu quarto,
Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é
(E se soubessem quem é, o que saberiam?),
Dais para o mistério de uma rua cruzada constantemente por gente,
Para uma rua inacessível a todos os pensamentos,
Real, impossivelmente real, certa, desconhecidamente certa,
Com o mistério das coisas por baixo das pedras e dos seres,
Com a morte a pôr umidade nas paredes e cabelos brancos nos homens,
Com o Destino a conduzir a carroça de tudo pela estrada de nada."

domingo, 15 de janeiro de 2023

Não tenho vontade de fazer mais nada...


Eu não tenho vontade de fazer mais nada de diferente. Nada de novo me atrai. Honestamente fico absurdada quando vejo algum colega de trabalho planejando algo novo para a vida. Outro dia vi um colega que já tem um vínculo público como efetivo de um estado da federação dizendo que se o município abrir concurso ele faz, além disso ele também pegou  mais um contrato temporário para somar ao vínculo de efetivo que ele já tem. Ele não percebeu, mas fiquei ali, parada, contemplando e pensando: "Nossa! Quanto fôlego! A pessoa já tem filhas criadas, netos e netas, um casamento... e ainda pensa em mais um concurso! Eu não tenho esse folego!".

sexta-feira, 13 de janeiro de 2023

"A Bolsa Amarela" de Lygia Bojunga


Talvez por estar de férias, talvez por ser o início de um novo ciclo, em Janeiro é muito fácil me pegar lendo livros esquecidos na pilha dos "não lidos". Geralmente esse é o mês no qual dou atenção aquela edição que sempre quero ler, ou comecei a ler e não dei continuidade por um motivo ou outro, e nessa os anos vão passando. "A Bolsa Amarela" da Lygia Bojunga é um desses livros há muito colocados na pilha. Comecei a lê-lo na época de escola, cerca de 20 anos atrás, li até a metade, achei divertido, mas não concluí a leitura. Quando o vi na biblioteca da escola na qual trabalho, peguei emprestado e agora, finalmente, recomecei a leitura e termine MUITO satisfeita.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2023

Boneca Aylla


Algumas crianças realmente parecem uma boneca.

Algumas bonecas parecem com criança especificas.

Algumas crianças nascem cheias de luz, iluminam todos e todas com os quais cruzam.

Algumas crianças são como o momento no qual o raio de luz atravessa a copa de uma árvore enquanto o vendo sopra,
brevíssimas,
são instante eterno roubado do tempo,
um milagre,
algo que existe,
mas parece imaginação.

Nenhuma criança existe para ser esquecida,
nem mesmo aquelas cuja vida inteira cabe num instante roubado do tempo.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

Kindred: Laços de Sangue de Octavia E. Butler [40 Livros Antes dos 40/07]


"Octavia E. Butler é uma autora SENSACIONAL!": essa é a primeira coisa que a gente constata quando termina a primeira página de qualquer livro dela. Mestra da narrativa, envolvente, conscienciosa, fluída, sagaz, forjadora de histórias nas quais várias camadas de sentido dialogam, saltam aos olhos, entrelaçam-se e nos emocionam em um texto leve e dinâmico. "Kindred: laços de sangue" foi minha segunda experiência com a Octavia e sinto-me absurdada com a capacidade dela de escrever histórias pesadas em uma escrita leve e de fácil leitura. Fantástica! Uma autora absolutamente dona de sua narrativa, lúcida, audaz, visionária.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2023

Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Militares em Recife


A parte isso, outro dia, estava passando no Centro do Recife e me deparei com a Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Militares. No meio de uma rua comercial, som alto anunciando promoções, sol queimando do corpo a alma... Não perdi a oportunidade e entrei para desfrutar de sua sombra e proteção.