segunda-feira, 15 de julho de 2013

Uma questão de resiliência!




"Resiliência ou é um conceito oriundo da física, se refere à propriedade que alguns materiais possuem de acumular energia quando são submetidos a estresse sem se romperem. O elástico, o bambu e a vara de salto em altura são exemplos de materiais resilientes."

Em momentos de crise coisas estranhas costumam vim a memória. Quando a moça loira sentada no degrau pintado de cal da escadaria saiu de casa pela manhã, se alguém perguntasse a ela qual o nome de seu professor de física ela forçaria o fundo de suas memórias e não ia conseguir encontrar essa informação. Mas, naquele momento difícil, como um trovão inesperado que cruza o céu noturno de cima a baixo, lhe veio a memória a lembrança da voz grave do professor falando sobre resiliência, elástico, bambu e vara de salto em altura.

Se pegou calculando quanto tempo havia passado entre aquela aula e esse momento... Nove, dez, onze... quinze anos. Meu Deus! Como o tempo passou rápido! Parece que foi ontem que a bolsa que ela segurava era uma grande mochila azul repleta de livros didáticos, seu tênis um all star customizado com borboletas e o sonho de ser médica era apenas um sonho.

Naquela época ninguém lhe contou sobre a gravidade da sensação do fracasso após cada perda. Todos só lhe diziam o quanto era nobre ser médica e quantas vidas ela salvaria.

Ninguém lhe avisara também do quão pernóstico um diretor de hospital, um governador e presidente poderiam ser e no bojo das lembrança escolares lhe veio a mente a professora de português descrevendo o significado da palavra:

Pernóstico; adjetivo e substantivo masculino. Informal. Característica de algo ou de alguém que é afetado, pretensioso, presumido ou pedante. Informal. Algo ou alguém que é atrevido; que responde ou que resmunga. Brasil. Indivíduo utiliza termos incomuns, que geralmente não conhece, para aparentar certa cultura que não tem.

Sorriu sozinha em meio ao desamparo, mesmo com a distancia imposta pelo anos, ela podia ver o rosto rechonchudo da professora, ouvi-la falando daquele jeito explicadíssimo dos professores de português e sentir em seu olhar aquela ternura paciente mesmo nos piores momentos de sua turma pouco comprometida com os significados das palavras.

Não! De repente lhe ocorreu que não era paciência o que havia no olhar de sua querida professora. Era pura RESILIÊNCIA, com letras maiúsculas e coragem reforçada.

A professora, era o tipo de pessoa que podia até ser dobrada, mas nunca quebrada... Houvesse o que houvesse ela sempre voltava e tornava voltar a sala de aula... Dia após dia, ano após ano, até finalmente chegar o dia da formatura no qual ela entregava  o diploma, o abraço e os parabéns aos seus alunos.

Ainda em meio as emoções das memórias a moça loira sorriu de si para sim mesma, aprumou a postura, respirou fundo, levantou e seguiu em frente... Ela também era resiliente!
_________

Essa foi a minha participação na 2ª Edição do desafio de escrita "Momentos de Inspiração" proposto pela Irene Moreira, a querida M@myrene.

Atualmente minha palavra de ordem tem sido "Resiliência" e é isso que desejo a todo mundo. Isso não é blog de auto-ajuda, eu detesto segundas-feiras, como sei que a vida não é fácil desejo "Que possamos ser resilientes, que possamos envergar, esticar, dobrar, mas não quebrar! E se quebrar que encontremos uma boa cola no caminho e uma boa semana para tod@s nós!"




20 comentários:

  1. Conheço uma pessoa que é o exemplo da resiliência, e uma outra que desaba com qualquer coisinha. A verdade é que umas pessoas tem mais dessa qualidade.

    No meu caso eu diria que fui resiliente durante a vida, mas nem em todos os momentos e acho que acontece com várias pessoas, sempre tem aquele ponto fraco em que a gente se quebra.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Bom dia
    Quanta criatividade, uniu pontos e nos demonstrou a importância da resiliência em nossas vidas.
    Estou achando ótima esta diversidade de forma, de cada um interpretar trazendo bela mensagens,
    Parabéns. pela participação.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei sua resposta ao desafio, seu texto ficou excelente!
    A primeira vez que ouvi esta palavra ela foi dita pelo meu marido para descrever a nossa vida, a nossa luta, o modo como reagimos aos nossos problemas.
    Em plena segunda-feira é bom mesmo sermos resilientes, rsrsrs. bjs

    ResponderExcluir
  4. Em momentos de crise também me recordo de coisas estranhas, e poucas delas me ajudam a solucionar o problema...

    Dois abraços ;)

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Adorei a sua participação e aprendí muito com ela
    Tenha uma ótima semana
    Beijos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  6. Eu queria ser resiliente, mas sou muito remendada.

    ResponderExcluir
  7. Reflexão mais oportuna e pontual, Pandora. Momento nacional, momento pessoal, momento de avaliação e principalmente, de renovação/resiliência natural.
    Agradeço os votos e os reenvio à vc e aos leitores que aqui veem.
    Somos capazes e resilientes!
    Uma boa semana.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  8. Que texto inteligente, bonito e sincero, com o desejo que todos fiquem bem...
    Abç ae

    ResponderExcluir
  9. Bonito texto, está se revelando escritora a cada dia.
    Sobre ser resiliente: acabo de descobrir: não sou paciente( isso eu já sabia...) sou resiliente!

    A resiliência é eterna? Ou um dia tudo se quebra?

    beijo, Pandora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooh Ligéia, obrigada pelo escritora... As vezes eu tento, especialmente quando o convite é feito por pessoas queridas como a Irene! Mas estou distante de ser uma escritora.

      E sobre resiliência, eu estou aprendendo ou tentando aprender a ser assim, mas não sei qual o limite... seja lá qual for o meu espero que seja largo, não quero quebrar fácil.

      Excluir
  10. Ai não canso de ler seus textos, já falei várias vezes que quero ler um livro escrito por você.

    ResponderExcluir
  11. Adriana se um dia eu escrever um livro faço questão que você leia, tipo assim: em primeira mão!

    ResponderExcluir
  12. Pandora:
    O que dizer do seu texto????
    Que é bonito???
    Muito bom????
    Que a professora de Português, daria nota 10????
    É pouco.
    Vou resumir em uma palavra = PERFEITO!!!!!
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  13. Lindo descobrir-se assim..

    Maravilha!

    Bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  14. Minha doce Pandora!
    Um lindo dia para voc~e!
    Desculpe se só agora venho ler sua participação, mas depois de ler sua participação, sentir cada palavra, reviver lembranças passadas espero conseguir "ser resiliente" e tentar me manter ereta, inquebrável e jamais me curvar ao desânimo que posso me acometer.
    Sem palavras! Um conto perfeito,direto, tocante e mostrando uma lição de vida.

    Que possa me acompanhar mais vezes por ste mundo mégico da inspiração.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  15. Que vergonha Irene! Quanto erro de digitação!
    Pandora acho que o problema está entre o teclado e euzinha rs
    Espero que tenha conseguido decifrar os meus erros.
    Um lindo dia!
    Mais beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Irene, a gente sabe que a coisa mais fácil do mundo para quem vive nesse danado desse teclado é confundir-se... deixe disso...

      Excluir
  16. Oi, Pandora!!
    Tinha lido o seu texto e pensei que tinha comentado. Ainda bem que abri a caixinha... ando doidinha, nesse estica e puxa!!
    Não somente de glórias se faz a vida, não é mesmo? E temos que usar os fracassos para confrontar a sabedoria que adquirimos com as experiências!
    Sua participação ficou show! Ainda não li todas e gostei também da participação da Ana Paula, que usou a blogagem para dar uma beliscada social!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  17. Ser resiliente... é quase uma obrigação das pessoas que não desistem nunca. Tem as que ficam acomodadas numa zona de conforto e tem as que encaram de forma sublime qualquer obstáculo na vida. São as resilientes. Eu tbm sou uma dessas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Pandora!
    Gosto demais do termo: RESILIÊNCIA! Podermos nos adaptar as diversas situações na e da vida... parabéns! Seu texto é fenomenal.

    Vim desejar um Feliz dia do amigo e retribuir seu carinho, muuuuuuito obrigada!!


    "Amigo é coisa para se guardar, do lado esquerdo do peito, mesmo que o tempo e a distância digam: não, mesmo esquecendo a canção. O que importa é ouvir a voz que vem do coração." (Milton Nascimento)


    Desejo um ótimo final de semana!!
    Blogueiras Unidas 1275!
    Paz, amor e muita luz!
    cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir