quinta-feira, 22 de julho de 2010

A crueldade feminina!!!

"Um homem nunca poderá ser tão cruel como uma mulher. Se os consultarmos, os mitos, os contos e as lendas o confirmarão. Se for necessário dar um exemplo de um principio natural que não conhece limites ao seu impiedoso rigor, encontrá-lo-emos num ser virginal."

(KIERKEGAARD, Sören. Diário de um sedutor. São Paulo: Martin Claret, 2002. p. 135.)

_____________

O que poderia dizer sobre essa citação que destaquei em vermelho??? Quando li essa expressão a primeira coisa que pensei foi: eu já ouvir isso em algum lugar.

E sim, ouvi mesmo, foi no pré-vestibular, meu professor de história (um xarope xaroposo da estrela) disse em tom pomposo no inicio da aula "se você pegar um homem com raiva multiplicar por três e elevar ao cubo e pensar no que ele é capaz de fazer você terá então um terço do que uma mulher com raiva pode fazer.".

Na época a sala toda riu bastante e eu fiquei meio que abusada, pq o comentário dele saiu a partir de um pedaço de uma conversa que eu estava tendo com uma amiga minha sobre um caso pessoal,  infinitamente tolo, e a minha reação, um tanto desproporcional, em síntese ele foi muito indiscreto em seu comentário...

Enfim, passado esse tempo, estudo vai, estudo vem, leitura vai, leitura vem e eu descubro que o comentário chato do meu EX-professor está em um texto do inicio do século XIX, escrito por um famoso filosofo dinamarquês.

Sinceramente!?!?

Isso é que é continuidade!!!

Tudo bem que história é feita de continuidade, mas vamos brincar de colocar rupturas nessa mistura néh??? Fala sério!!! Os homens mistificam demais o "ser feminino", tomar a mulher como um ser estranho em um mundo que não entende o que menstruação, hormônios e reprodução é até compreensível, embora não seja tolerável, mas em um mundo onde a ciência evoluiu a ponto de explicar todos esses fenômenos e coloca-los como naturais continuar tendo esse tipo de visão mística sobre a mulher é dose para leão nenhum colocar defeito... Aff!!!

Um mulher com raiva é tão perigosa quanto um homem com raiva, um homem com raiva é tão perigoso quanto uma mulher com raiva... Um homem pode ser tão cruel quanto uma mulher... Crueldade e capacidade de vingança é algo inerente, próprio, interior ao SER HUMANO EM GERAL e não a um gênero em especial de nossa espécie!

Os homens precisam superar esse medo primitivo da mulher representado por uma Eva eternamente oferecedora de um fruto proibido lançando a chaga do pecado na humanidade ou uma Pandora  eternamente abridora de caixas proibidas e libertadora de males e afins..

Vamos brincar de lembrar que Eva, segundo o texto bíblico, não forçou Adão a fazer nada e que Pandora, ah, vamos e venhamos Epimeteu deveria ter pensado bem antes de aceitar presentes de deuses tão temperamentais quanto os gregos, ele é mais culpado pela abertura da Caixa do que a Pandora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.