sábado, 23 de agosto de 2014

Citação 009 [Escreva]

"Estou pedindo que escrevam cartas, que incluam acontecimentos, coisas que tenham percebido, como a mudança das estações afeta vocês ou o cheiro das flores. Imaginem morar na Índia com um macaco. Expressem a alegria de beber uma simples limonada em um dia quente. Finjam ser estranhos em sua própria casa, onde acabaram de notar uma rachadura no teto. Seria uma passagem para um cômodo oculto? Escrevam cartas para alguém que vocês viram em um restaurante. Talvez uma pessoa famosa, viva ou morta. Ou talvez para seus personagens favoritos de um livro ou filme! Perguntem coisas sobre a vida deles, as escolhas que fizeram... Sejam curiosos e libertem a sua mente de abreviações."

(Professor Wistler, Claros Sinais de Loucura, p. 34, Karem Harrington)


__________

Não consegui evitar de da um pulo aqui madrugada a dentro e registrar as palavras do Professor Wistler. Também escrevo, amo escrever, gosto do que escrevo e  faço minhas as palavras dele.

"Claros sinais de loucura" da Karen Harrington, tem uma pegada de literatura infantil terna, delicada, sensível. A protagonista é a Sarah Nelson, menina de 12 anos com um passado delicado. Ela escreve diários, gosta de ler, de procurar o significado das palavras no dicionário e ocasionalmente criar seus próprios significados para as palavras, enquanto procura em si mesma sinais de loucura.

Me identifico muito com ela, aos 12 anos também costumava procurar em mim sinais de loucura. Hoje procuro sinais de sanidade, mas continuo escrevendo diários, gostando de ler, de procurar palavras no dicionário e criar meus próprios sentidos para elas.

9 comentários:

  1. Pandora:
    Vivo xeretando o dicionário, rsrsrs, e minha filha é craque em criar palavras novas que só nós que somos "insanas" em conjunto, conseguimos entender.
    Bom final de semana.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  2. Adorei essa pitadas de loucura! Muito legal essa citação que vc colocou aqui. Quando tinha essa idade também procurava loucuras dentro de mim...aliás, ate hoje também procuro!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  3. Boa indicação de leitura e vou colocar na minha lista.

    ResponderExcluir
  4. Gostei da quote e esse livro muito me interessou. Cogito tê-lo no kindle, mas quem sabe a intrínseca não faz uma promoção boa na bienal, né? torça por mim hauahuhaua

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Estrou louco para continuar a ler esse livro! rsrsrs Somos todos "anormais", não é? hahaha Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Devo ser completamente louca!! (rs*) Não passo um minuto sem que esteja lendo ou pensando em algo que possa desenvolver o pensamento. Se passo metade do dia longe das letras, minha mente começa a ficar inquieta, sente fome!
    :)
    Fiquei curiosa com esse livro!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Escrever, pra mim, é terapeutico. Não sei quando comecei a escrever, mas foi bem próximo de quando comecei a copiar partes de livros, com medo de perdê-las. Um hábito conservado. E não tem nada mais fascinante que pegar um livro de sebo ou de bibliotecas e observar as anotações de outros, tentando entender, encontrar os porquês. Todo leitor faz sua própria leitura. E não é pouco, na esteira do Allan Poe, dizer que nossas almas são confiscadas pelo autor.

    Até mais

    ResponderExcluir
  8. Amei esta citação; Incrível. Eu estou vivendo esta vibe. Passei muito tempo me escondendo do mundo, sentindo medo das pessoas. Agora estou aberta, conhecendo gente nova, não tenho mais esse medo bobo, as pessoas são complexas, diferentes, maravilhosas.
    Amei a premissa , quero muito ler, é meu tipo de história!

    ResponderExcluir
  9. Caramba, como eu adorei ler esse trecho! Deve ser um livro muito gostoso de ler! Depois vou ver se leio esse livro, hein?
    Acho que assim como você, busco sinais de sanidade em mim, mas também de loucura. Só não faço isso com frequência com medo de enlouquecer (risos).
    Mas enfim... adoro essas leituras sensíveis, intimistas, que te sacodem de um jeito ímpar.

    Um super abraço, minha amiga pernambucana!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.