sábado, 19 de novembro de 2011

Troca-troca: Recicle, doe, desapegue e sofraaaaa um pouquinho no processo!

A Vanessa do Fio de Ariadne inventou uma história em Agosto desse ano, um tal de Troca-troca de livros entre blogueiro, saca só a proposta indecente que ela fez: 


"Este modesto bloguinho, editado por alguém que gosta muito de livros, completará 6 anos no próximo dia 31. Por conta disso resolvi comemorar agitando um pouco as coisas por aqui.
Hoje eu começo convidando os leitores a dar uma faxinada nas estantes.
Tem livro lido encostado por aí? Quer trocar por um outro?
Proponho então um troca-troca entre blogueiros amigos. Sim, essa brincadeira é só pra blogueiros."
  
Resultado, eu não resistir e inventei de participar da aventura, fui na minha estante e procurei dois livros, não foi uma tarefa muito fácil, uma vez que eu, como muitas blogueiras apaixonadas por livros, não herdei biblioteca, ou seja, todos os livros que tenho ou comprei ou ganhei...

Cada um desses livro tem uma história comigo, de como chegou aqui, de como foi que li, de como eu gostei muitoooo, mais ou menos ou não gostei... E até pelos que não gostei tenho apego! (#LocaInterna).

Ainda assim eu escolhi dois filhotes livros: o "Nariz de Vidro" do Mário Quintana e o "Final de Verão" da Danielle Steel.


O "Nariz de Vidro" é um livro cheio de poesias lindas, tão ternas... Falando de adolescência, essa fase onde

"A vida é tão bela que chega a dar medo.
Não o medo que paralisa e gela
estátua súbita,
mas
esse medo fascinante e fremente de curiosidade que faz
o jovem felino seguir para a frente farejando o vento
ao sair, a primeira vez da gruta."
(Mário Quintana) 

Falando de uma certa menina que dança... Seria ela eu? Claro que sim... Sempre...


"A menina dança sozinha
por um momento.
A menina dança sozinha
com o vento, com o ar, com
o sonho de olhos imensos."
(Mário Quintana)

Ah, os poemas... eles

"são pássaros que chegam
Não se sabe de onde e pousam no livro que lês" 
(Mário Quintana)


Poemas são como (isso me lembra alguém em especial...):

"... um gole d'água bebido no escuro... 
Um poema sem outra angústia que a sua misteriosa condição de poema.
Triste.
Solitário.
Único.
Ferido de mortal beleza."
(Mário Quintana)

E se deixar eu vou longe falando dessa obra de arte de beleza gigante que é o Nariz de Vidro... E isso que era para ser um Bilhete onde diria baixinho que amo...


Vira uma carta onde deixo a "Inscrição para uma lareira":


A vida é um incêndio: nela
dançamos, salamandras mágicas.
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!

Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...
(Mário Quintana)

O outro livro é da americana Danielle Steel, que reza a lenda, é autora de vários best sellers. Acho que dessas autoras de best sellers internacionais ela é a única que eu leio realmente por gosto e não por implicância.

Danielle me lembra minha adolescencia, foi durante essa época que conheci seus livros, Lembro que meu professor de história (levemente marxista) costumava implicar com ela, dizia: "Esse tipo de leitura não te acrescenta nada!" rsrs... É, talvez eu goste de Steel também por implicância!


Porém, é inegável que ela tem uma narrativa que flui sem problemas, tem um toque de drama (sempre choro lendo seus livros), seu final feliz nunca é aquele geometricamente perfeito e ela me lembra muitas coisas boas... E sim, eles acrescentaram coisas a minha vida...

Aliás, as heroínas dela podem até ser lindas, mas não são de uma beleza comum, e perfeitas, nem tanto. Elas sofrem mais que Isaura para conquistarem seu final feliz e eu aconselho a quem vai receber esse filho meu que se prepare com um lencinho porque essa história de superação emocional, de conquista de independência, de amor simples e lindo é de fazer chorar.

Ah, eu li esse livro no final de Verão de 2009 em Petrolina... Embora seja um livro velhinho, editado em 1986, tem uma história sempre emocionante, e começa assim:

Ponte que liga Petrolina a Juazeiro ou Juazeiro a Petrolina.

Final de Verão
Danielle Steel

O verão chegou
como um sussurro
dançando
nos cabelos dela,
desejando que ele
se importasse
e sonhasse
e parasse
o carrossel
até ouvir
a verdade dela
risonha
aos seus olhos,
ela queria que ele
se desse conta de que
ela o amava
ainda
até
tarde demais...
mas o tempo
jamais
esperaria,
jamais pararia...
e ela estava livre
para castelos de areia
e sonhos,
os planos de verão
tão doces
tão novos
tão velhos...
depois da história contada,
os céus
se fundem
o amor continua a viver
até
o fim do verão.

Espero sinceramente que as pessoas que vão receber esses livros gostem deles, que eles lhes interessem tanto quanto me interessam. Não estou dando algo que não gosto ou que não quero mais, estou oferecendo bens tão preciosos que desejo compartilhar. Mas, ainda que nesse momento eu esteja saudosa de meus livros também estou alegre, afinal, nas palavra da Vanessa:

"... outros livros novos virão!"

11 comentários:

  1. Sim tudo se aprende, mudanças de hábitos...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  2. Eu confesso que não ia conseguir me desfazer dos meus livros queridos. Você é uma guerreira.

    BeijoZzz

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida
    Vamos nessa sim...
    Gostaria de receber um e-mail seu para poder brincar sério de trocar livro...
    Creio que vou gostar muito do de poesia
    Bjm de paz e ótimo Domingo

    ResponderExcluir
  4. esse do Mário Quintana é excelente! Danielle Steel, pode ser um livro "que não acrescenta nada". Mas... a vida precisa disso, de ter sabores gostosos em coisas simples, porque não? E mto melhor ler um romance q ficar vendo bobagem na tv (e agora na net tb)

    na inveja: ler o livro no verão em Petrolina! queria mto conhecer Pernambuco todo!

    bom domingo pra vc e os seus

    ResponderExcluir
  5. me iteressei pelo da daniele steel rss

    ResponderExcluir
  6. Desapegar nao é facil...ainda mais quando temos esta relaçao louca com o livro, de pegar, cheirar, folhea-lo eventualmente, conferir trechos que marcaram ( ainda são as mesmas? não teria o autor mudado de ideia? l-o-u-c-u-r-a) enfim...de vez em quando eu tento, mas seleciono meeeeeesmo pra quem e do que vou "heroicamente" me desapegar. Maaaasss, como educadora, nao posso reclamar da falta de leitura se nao a incentivo (cada um deveria comprar seu livros....brincadeiraaaaa kkkkkkk)

    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Eu até apoio a iniciativa.Mas,tenho muito apego aos meus livros: não os daria mesmo... =S

    ResponderExcluir
  8. Pandora querida,

    Mesmo se despedindo dos seus queridos e toda despedida é triste, você fez um alegre e delicioso trabalho. Coisa boa de ler!
    Girassóis nos seus dias. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Um pena que não vi essa iniciativa da Vanessa, senão teria citado no evento do BookCrossing Blogueiro. Nessa ocasião, Elaine Gaspareto e Fernanda Reali disponibilizaram livros para uma roda de leitura entre as blogueiras, mas nada como esse troca-troca que acho bem mais dinâmico - Nada de fila de espera!!
    Conheço o livro do Mário Quintana, mas não o da Danielle Steel. Se um livro acrescenta ou não, depende do ponto de vista de cada um. Seu professor de Química, por exemplo, poderia achar que ler livros de poesia não leva à nada! Já me disseram também que "Blogues não levam à nada". Eu não acho!! Tudo é questão de fazer/ler aquilo que gostamos! Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  10. Muito legal! Ler é bom demaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais da conta! ;) Adorei saber sobre os seus livros! Beijo, beijooo
    She

    ResponderExcluir
  11. Oi, Pandora! À medida em que fui lendo , comecei a rir sozinho. Senti o pesar com que você está fazendo esta troca. O amor aos livros deixa a gente assim mesmo, meio enciumado com esses tesouros. Espero que pelo menos você faça uma troca por outros tão valiosos quanto estes. Um abraço e obrigado por sua visita sempre muito adorável e bem vinda lá no meu blog. Paz e bem.

    ResponderExcluir