sábado, 13 de junho de 2015

A leitura da vez [Blogagem Coletiva do Sábado]

A Ana Paula e a Tina, propuseram uma vez por mês, nos sábados, um dia meio parado na blogosfera, a realização de uma "Blogagem Coletiva". Funciona mais ou menos como se a blogosfera fosse um varal no qual as pessoas interessadas podem pendurar coisas nele. Essa semana é a primeira experiencia, para ela a ideia é pendurar "A leitura da vez".

Não costumo ler um livro só por vez, leio alguns livros ao mesmo tempo. Então vou citar aqui apenas os livros que monopolizaram minha atenção durante essa semana.

Os infantis foram "Tem bicho que sabe..." de Toni & Laíse e o "Meu coração é um Zoologico" de Michael Hall.


Ambos pertencem ao acervo da creche na qual trabalho e foram lidos e relidos durante essa semana. Confesso, enjoo dos livros primeiro que as crianças, aos dois anos elas gostam muito de repetição, eu também gosto, mas... essa semana vou para uma temática nova. [Mentira, quando as crianças lembram de uma história a ponto de saber pedir com clareza, fico tão emociona e reconto. #Molenga]

Quanto aos adultos os lidos durante essa semana foram:


"Noites sem fim" do Neil Gaiman, trata-se de uma coletâneas de contos sobre os cada um dos Sete Irmãos Perpétuos (Death, Sandman, Delirium, Destino, Destruição, Desejo, Desespero). Para mim o Gaiman é um autor amigo, sempre tenho um livro dele não lido na estante para quando eu preciso de um ombro amigo e nessa semana precisei.

"Cordeluna" da Élia Barceló é uma aventura na qual presente e passado se encontram por meio de magia. Parte dela se passa na Península Ibérica na época das Guerras das Reconquistas e parte dela na Espanha atual. Solicitei ele através da parceria do "O que tem na nossa estante" como a Editora Biruta justamente por essa jogada da autora.

"Os miseráveis" do Victor Hugo está sendo lido a trocentos anos atrás devido ao meu projeto com o Alexandre do #DoQueEuLeio. Essa semana finalmente desatolei de Waterloo. O livro é dividido em 5 volumes, o "Volume 1: Fantine" é sofrido, mas tem uma história cativante do inicio ao fim. Já o "Volume 2: Cosette".... Noooooossaaaaaa... O Victor Hugo começa esse voluma com uma narrativa densa e quase espiritual da Batalha de Waterloo. Gente, não estudei "História da Educação" por amar narrativas de guerras! Foi sofrido ler sobre Waterloo, mas finalmente vou avançar na história. #Aleluias
_______

Essa foi minha participação, se você quiser participar pode pendurar sua leitura, a forma é livre, nas palavras da Ana Paula é:
"Tudo livre e leve, feito vento a balançar o varal - vale resenha, foto do livro, revista, frase, motivo da leitura, o que você quiser. Sob o sol da blogosfera, vamos espiar os comentários, chamar um vizinho a participar!"
E se não deu para participar hoje,  no primeiro sábado de julho tem mais. No dia 04 de Julho o tema será comida.

18 comentários:

  1. Olá, querida Pandora
    Não conhecia nenhum e anotei os infantis pros netinhos...
    Há muitos anos opto por livros de conteúdo espirituais e só ganho de presente com o mesmo teor...
    Na certa devem ser bons os que vc indica...
    Postagem bem feita, como era de se esperar...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  2. Ahhh!!! Adorei o nome "Meu coração é um zoológico" e a ilustração da capa

    Os miseráveis é um clássico, devia ser mais recomendado é lido

    Jóia sua participação
    Semana que vem vamos falar de comida

    ResponderExcluir
  3. está lindo o layout. adoro livros infantis. eu desencalhei essa semana e estou lendo livros menores pra não me sentir tão encalhada. amei os últimos que li. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Pandora, adorei os infantis que só pela capa nos chamam e imagino a alegria das crianças (grandes e pequenas) lendo ou ouvindo as histórias deles.

    Linda participação e conseguiste ler um monte,não? bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  5. Olá, Pandora! Sempre leio para crianças, especialmente quando pego 1º ano, Na sua creche tem os livros do Sapo Ivan? As crianças adoram! Gostei da dica de leitura de "Os miseráveis", vi que faz parte de um projeto, uma dica legal. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Que bacana querida Pandora, os livros citados amei a dica dos miseráveis, fiquei curiosa, vou ler.
    Beijos e bom dia

    ResponderExcluir
  7. Eu não consigo levar duas ou mais leituras de uma vez, me atrapalho, mas o Kobo é uma perdição, você começa um livro já pensando no outro que está na memória, daí é inevitável, acabo passando para o outro. Tenho uma quantidade enorme de livros parados no Kobo, tenho que rever isso.

    Se eu não tivesse tanto medo de uma leitura do tamanho do "Os Miseráveis" eu ia embarcar no projeto com toda a certeza, queria muito ler um clássico e resolvi pegar o Moby Dick, estou gostando bastante, está fluindo melhor do que imaginava, mas com certeza vou acompanhar as atualizações de vocês ;)

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  8. Eu já li uns capítulos de Os miseráveis, coisa tão triste que nem li mais nada, as personagens são miseráveis que dá dó, só tristeza, minha Nossa Senhora.
    De livros infantis eu também gosto, já não tenho crianças mas leio todos os que me vêm para à mão, dos sobrinhos.
    Beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
  9. Olá, Padora! Admiro quem consegue ler mais de um livro de uma vez, eu faço uma confusão só... Boas indicações, sempre é bom ter uma fila de espera. Obrigada pela visita! Passei para conhecer seu blogue e me encantei. Adoro BCs pois a gente sempre descobre um bloguito bacana.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Pandora!
    Os livros infantis ficam como sugestão para a contação de histórias. Estou em uma fase de enjoar de tudo, só espero não enjoar do blogue...
    Ainda não li "Cordeluna" e gostei da temática histórica. Você está muito bem acompanhada!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  11. Pandora, eu também sou de ler mais de um livro, às vezes três de uma só vez, mas sempre imaginei que isso só acontecesse com os livros físicos, fiquei surpresa ao saber pelo Luciano que é uma tentação no leitor digital!
    Já li inúmeras vezes citações tuas sobre o Neil Gaiman, ainda não li nenhum dele. Quem sabe?!
    Obrigada por participar. Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Que legal teu post! Claro que tinha que ter Neil Gaiman, não é? kkkk Nossa! enfim vc desatolou de Waterloo! Vou iniciar agora minha jornada por lá! Espero conseguir sair ileso! hahahaha
    Abraços amiga!
    Alexandre do blog Do Que Eu Leio
    @doqueeuleio

    ResponderExcluir
  13. Sou um leitor voraz. Os miseráveis é bom. os outros dois ainda não conhecia. Poém hoje estou apaixonado pelo "O Nome do Vento"...

    ResponderExcluir
  14. Gostei dos livros pendurados na blogagem coletiva, principalmente os infantis que amo de paixão.
    Noites sem fim, chamou muito minha atenção, anotando para ver se leio.
    Beijos de uma semana de paz para você Pandora.

    ResponderExcluir
  15. Oi Pandora
    Adorei sua visita la no blog :)
    Cordeluna está aqui na minha lista. Estou lendo Coraline, do Neil. Adoro ler vários ao mesmo tempo.
    Acho que vc vai gostar dos livros da Eliane Brum
    Bjks mil

    www.blogdaclauo.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Pandora! Tudo bem? :))))
    Guria... Como disse no Rivotril em resposta ao teu comentário: Finalmente encontro uma blogueira que curte Neil Gailman! Cara... Isso é demais! Eu me sentia meio perdida no meio de colegas e amigas tão convencionais. rs.Tu é gótica também?
    Sobre livros infantis, se trabalha em uma creche, tenho certeza que deve conhecer os melhores. Eu não sou uma leitora de livros infantis, aliás, não vivo muito na vibe do universo infantil.
    Noites sem fim vai ser anotada na minha lista de desejados e sobre Os Miseráveis, menina... eu tenho trauma! No primeiro ano do Ensino Médio a professora de Literatura nos enfiou goela abaixo esse livro e lemos todos com muuuuito sofrimento. É óbvio que não estou desvalorizando a obra, estou criticando o fato de exigir uma leitura pesada (pesada sim, vamos combinar) em um prazo curto para um trabalho.
    Inclusive, eu e uma blogueira amiga defendemos muito a tese de que livros de sagas como Percy Jackson e Harry Potter é que devem ser trabalhados em sala de aula.
    Sejamos realistas, não somos um país de leitores e ficar exigindo leituras com vocabulário rebuscado não animará ninguém que não tem o hábito de ler a adquiri-lo.
    Minha professora de Redação do cursinho pré-vestibular chegou a discutir comigo, ela é das tradicionais e disse que NUNCA passaria Harry Potter aos seus alunos menores. Puro preconceito literário.
    Já escrevi demais, foi mal, me empolguei.
    Beijos, boa semana.

    Rivotril com Coca-Cola

    ResponderExcluir
  17. Isto que você diz é uma verdade, parece que as crianças nunca enjoam dos seus livros preferidos, assim como dos filmes também :P Amo o Neil Gaiman, os livros dele são incríveis, cheios de cores e fantasias.
    Muito bacana seu post :)

    Beijocas

    www.vidabonita.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Pandora, que bom que você tem um blog só seu. Já tava pensando que ia ter que procurar por uma nova postagem sua lá naquele mundo de posts da sua estante. (Risos...)
    Bem, me emocionei com este seu post. Não que ele tenha algo de sentimentalismo ou de comovente mas, você lembrou-me uma amiga que tive há um tempo que era professora de crianças. Foi uma época muito linda de minha vida...
    Mas, primeiro quero pedir-lhe que leia lá no meu blog, a resposta que deixei pra você. Infelizmente não tenho lá o recurso de a pessoa marcar pra receber as respostas...
    Segundo, é pra dizer que tenho também este hábito de ler mais de um livro ao mesmo tempo. Já cheguei a ler 9 livros simultaneamente. Atualmente, estou lendo seis.
    Finalizando, dessa sua lista, já li Os miseráveis. Magnífico! Mas não entendi direito como se coloca no "cordão" o que se escreve para esta "blogagem coletiva". Gostaria de participar. Abraços.

    Sou Alberto Valença do blog Verdades de um Ser e colaborador do Meu pequeno vício.

    http://verdadesdeumser.com.br
    meupequenovicioo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.