sábado, 18 de abril de 2015

10° BookCrossing Blogueiro


E mais um BookCrossing Blogueiro chegou huhu! Dessa vez, para variar, eu vou postar dentro do prazo! Mereço até uma estrela néh?!?!? Ta bom, vou parar de lesar e contar a contar a história de como aconteceu essa edição do bookcrossing em minha vida.


Há algumas semanas atrás eu adoeci e, por milagre da Divina Providencia, a doutora me deixou de molho por seis dias! Quando os funcionários da Prefeitura do Recife recebem um atestado a partir de 3 dias isso já é considerado licença médica e nós somos encaminhados a "Junta Médica" localizada ali, pertinho, lá "Nos Cafundós do Judas" onde aliás o dito cujo perdeu as botas.

Foi no caminho da "Junta Médica" que descobri o lugar no qual desapeguei dos meus livros esse ano. Uma arada de ônibus pouco antes do viaduto encontrei um lugar destinado ao desapego.

Amei ter encontrado essa caixinha e marquei o lugar, decidindo deixando os meus livros nessa caixinha feita pela "Biblioteca do Amaral" apoiada pela "COTEMAR Cultural".

Há, da primeira vez que passei por ai não tinha visto livro nenhum, da segunda encontrei livros didáticos, revistas, Novo Testamento, alguns livros. Uma das pessoas que estava na parada informou que a caixinha tem sido bem utilizada, os livros não ficam encalhados, são recolhidos e sempre aparece quem coloque mais. Gostei de saber disso e vou me juntar a essas pessoas.

Esse ano decidi desapegar de meus romances açucarados, geralmente quem ler esses romances trocar dois por um e eu tinha essa pratica, no entanto sempre ficava com os mais significativos. Eles não são jovens, quando eu os comprei já não eram, mas tenho um apego por eles fora do comum, ou comum em relação aos leitores, a leitura deles foi significativa em fazes duras da minha pós-adolescência, no meu processo de amadurecimento eles foram boas e leiais válvulas de escape.

Desapegar deles também tem haver com desapegar de más recordações, hábitos de fuga e uma tentativa de abrir qualquer coisa como espaço para outras experiências, afetivas inclusive.

Deus me ajude, disposição afetiva nunca foi o prato especial da casa enquanto adiar, protelar, não atender telefones, intimidar e desligar o botão realidade jamais saíram do cardápio, mesmo nos tempos de disponibilidade afetiva considerável.


Saindo do momento divã, voltando ao que interessa, acima, estão alguns dos livros que foram libertados. Adicionei uma edição de três livros fofos da minha estante "A Sabedoria do Condado", "Cartas Marcadas" e "Travo", para não passar vergonha.

A minha edição de "Critica da Razão Prática" vai para um amigo da escola, ele manifestou o desejo de ter o livro... E bem, uma pessoa que ganha "Além do Bem e do Mal" de presente de Natal (Por favor, alguém me diga que também já ganhou um livro assim de Natal!) pode se tornar o tipo de pessoa que oferece Kant a um amigo no dia do Bookcrossing Blogueiro. Nada está tão ruim que não possa piorar né mesmo?!?!

Como sempre, foi um prazer e uma aventura participar do Bookcrossing Blogueiro. Um momento marcante na trajetória de leitora e que venha o próximo.

Ah, a Aleska Lemos decidiu desapegar sorteando no blog dela alguns livros em uma promoção que ela chamou de "Coruja Literária", clica na imagem para saber como funciona, é fácil.


Ah, para conhecer outros participantes e todos os detalhes sobre o evento, vai lá no Luz de Luma, yes party!

10 comentários:

  1. Hoje decidi passear e venho aqui e descubro que ó blog já tem sete anos!!! Parabéns! Sempre participo da BookCrossing, mesmo com o meu blog às moscas, rs... Vou desapegar na segunda, só não sei se conseguirei fazer um post decente. bjs Jussara

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pandora!
    Os livros são bons companheiros e quem gosta de ler pondera muito mais se quer trocar essa atividade por outras que exige a mesma dedicação, como os romances... Vou te contar que em determinado momento da minha vida, deixava o namorado na sala supervisionado pela minha mãe e corria para o meu quarto ler um cadinho... Até que um dia eu encontrei alguém que amava os livros como eu :) e viveram felizes para sempre! Ou quase sempre... rs.
    Obrigada por mais uma vez participar do BookCrossing Blogueiro!!
    *Depois vai no Luciano... te citei no comentário que fiz! (rs*)
    Bom Domingo!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  3. Olá, Pandora! Achei genial a ideia dessa caixinha em pontos de ônibus para desapego e troca de livros. Desde que a população respeite e saiba usar, um excelente e acessível incentivo à leitura.
    Quando adolescente li muitos livros água-com-açúcar, kkk, também trocava dois por um, hoje em dia já não acompanham mais minha personalidade, mas foram os livros que inicialmente despertaram meu gosto por leitura.
    Ótima partilha! Ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  4. Eu deixei alguns em um shopping daqui de Fortaleza e irei tambem dar alguns para o povo que mostrou interesse de ler os meus livros. rsrs.. Espero que já esteja 100% da saúde!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  5. Gostei do modo como você desapegou dessa vez. Esse tipo de coisa tem um público próprio e não é tão arriscado quanto deixar no ônibus. Uma coisa que não entendo é porque você dá os livros que você ama, eu só dou os que não curto (o que deve ser muita coisa porque vivo doando kkkkk). Um grande abraço e mais uma vez obrigada pela divulgação!
    Beijos Alê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque para mim tem que ser significativo Aleskita, tem que ir algo pelo qual eu tenha apego... Senão para mim não é desapego.

      Excluir
  6. Que legal descobrir essa caixinha e melhor ainda saber que ela é bem aproveitada!!!!

    O BookCrossing é a melhor oportunidade para praticar o desapego e dar a outras pessoas a oportunidade de ler ou de começar a se interessar.

    ResponderExcluir
  7. Pandora amei ler a tua aventura para fazer voar os livros!
    Acabei de passar um olho na lista organizada pela Luma e além de me surpreender pelo tamanho, acabei me surpreendendo com alguns títulos que são praticamente "lançamentos" e a gente v6e o pessoal se desapegando. Desapego tem mesmo significado.
    Ah! Espero que esteja melhor.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Pandora, essas "buscas" para o desapego causam boas surpresas...Sempre é dia para soltar livros por aí, mas parece que com data a gente fica mais determinado!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu sempre concordo que você doe livros, é muito importante incentivar a leitura. E esses romances água com açúcar são muito chatos e ocupam muito espaço.
    Vamos, falar a verdade agora: MENOS LIVROS = MAIS ESPAÇO PARA COMPRAR OUTROS LIVROS ASSIM NÃO TEM SANTO QUE AJUDE. É MELHOR DA TUDO.

    #TeAmoJaci

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.