sábado, 27 de dezembro de 2014

Desabafo de fim de ano...

O autor britânico Terry Pratcht, um dos meus preferidos, para não dizer 'O preferido', tem uma personagem chamada Vovô Cera do Tempo, que também é um das minhas preferidas. No livro quando as "Quando as bruxas viajam" ele diz dela: "Ela odiava todas as coisas que predestinassem as pessoas, que as fizessem de bobas, que as tornassem pouco menos que humanas."

Hoje, eu estou me sentindo muito como a Vovó, odiando tudo, especialmente pessoas, que fazem as outras de bobas e que as tratam como algo menos que humanas... Mesmo quando uma pessoa é desimportante, moradora de uma favela, filha de um Zé da vida... professa uma fé de preceitos simples como o Cristianismo, tem um hobby simples como ler e tem uma profissão igualmente simples como professora ou educadora infantil... Ela é um ser humano e não deveria ser tratada como menos que isso!


4 comentários:

  1. Um desabafo muito justificado! Há mesmo pessoas assim e isso nos faz mal! bjs, que teu 2015 seja lindo! chica

    ResponderExcluir
  2. Também odeio pessoas que nos tratam como idiotas! Que nos fazem de bobas. Que pensam que o mundo gira em torno dela! Afff... Vc tem toda razão em ficar indignada! Mas, deixe isso para lá! Só vc sofre!
    Beijos e te cuida
    Adriana

    ResponderExcluir
  3. Acho que uma sociedade onde o professor é simples e ser honesto é vergonhoso é auto-explicativa.

    ResponderExcluir
  4. Não existe ninguém que não seja impotante - se existisse uma coisa absurda assim, certamente não seria você uma não importante! O que tem à beça é gente que se sente inferior, por problema particular delas, e que por isso descontam os outros. Eles passarão, você passarinha :)

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.