quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Uma pequena nota sobre a educação pública!

De repente o teto da sala pode cair.
Você pode chegar e encontrar sua turma desconfortavelmente instalada no refeitório.
Um curto-circuito pode ocorrer na cozinha e você ter que sair do refeitório para o patio externo, afinal na sua cidade a primavera é verão e sem ventilador não dá!
No patio externo você pode se pegar tirando uma barata das mãos de uma de suas crianças.
Quando você pensar que não, de repente pode chover e ai é correr com todas as crianças de volta ao refeitório - graças aos céus a luz foi religada.
Mas, ai descobre que o banheiro está entupido novamente e, antes de dar um jeito naquilo, se pergunta: "Isso é um banheiro ou uma fossa?".
De repente você se pegar deixando as crianças assistirem episódios de "Peppa Pig" como se não houvesse amanhã, enquanto vai executando com as estagiarias o ritual do banho individual.
Para não variar, sua equipe é a última a largar, porque um terço dos pais de seus alunos fazem absoluta questão de chegar exatamente no último minuto da tolerância estabelecida pela instituição.
E você precisa escrever esse desabafo, afinal amanhã tem mais e você não pode surtar, pois surtar não conserta teto ou instalação elétrica, limpa patio, desentope banheiro, conscientiza pais e mães a respeito do fato de que você larga as 18:00 horas e não as 18:05, 18:10 ou 18:15 ou faz com que os administradores da cidade-estado-país olhem com olhos de amor para a escola pública!

Em resumo:

"Quando você pensa que já viveu o pior, acredite em mim, você está sendo muito otimista!
Quando o assunto é educação publica em Recife-PE-Brasil, nada pode está tão ruim que não possa piorar!"

5 comentários:

  1. Acredito, infelizmente acredito... Queria também acreditar que todas as promessas que certamente os candidatos fizeram, vão se cumprir.
    Quando minha filha estava na rede pública, cansados de esperar as melhorias que nunca vinham, conseguimos reunir pais aos finais de semana e demos uma "geral" na escola. Pintura, parte elétrica, pequenos consertos. Foi uma experiência muito interessante, mas confesso que é difícil ter adesão.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Olá, profª Pandora!
    É verdade e é muito triste!
    "... nada pode está tão ruim que não possa piorar!"

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  3. Por essas e outras que admiro tanto quem tem a educação como vocação! No Brasil há um descaso generalizado com a educação, há uma estrutura grande demais que vai peneirando os recursos, até que muito pouco efetivamente chegue onde deveria chegar. É uma triste realidade.

    ResponderExcluir
  4. Eu já acho vc muito guerreira por assistir peppa pig todo dia, quem dirá com toda essa saga rolando por aí rsss.

    ResponderExcluir
  5. Eu nem sei o que dizer. Literalmente. Estou sem palavras.

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.