sábado, 5 de abril de 2014

"Múltiplo Leminski" na Torre Malakoff do Recife Antigo [Desafio 12 Lugares #03]

"Múltiplo Leminski" é o nome de uma exposição cujo objetivo é trazer a luz dos olhos do público o resultado de anos de pesquisa sobre a história e a vida de Paulo Leminski. A exposição já esteve em vários lugares do Brasil e entre Abril e Maio ancorou em Recife e eu fui ver no dia 30 de março de 2014.

Para dizer a verdade, não sou uma pessoa de explorar os mil cantos de minha cidade, ir a exposições de arte ou eventos curiosos. Sempre fui mais de "escola-casa-igreja" e depois "trabalho-faculdade-casa-igreja". Mas, de muitas formas viver esse tipo de rotina não me fazia feliz, viver assim me faz sentir que acordo sempre para a mesma vida para a qual tinha dormido e assim não dar para viver. Os livros e a graduação em História me ensinaram sobre a amplidão do mundo e eu quero desfrutar dela.

Decidi abraçar o Desafio 12 Lugares da Luciana Tazina por isso e no dia 30 de março de 2014 voltando para casa depois de visitar a Torre Malakoff para ver a exposição itinerante  "Múltiplo Leminski" percebi o quão certa foi essa decisão. Se não tivesse abraçado esse desafio, por maior que seja minha vontade de deixar meus horizontes eternamente abertos jamais teria força para fazer o percurso da Zona Norte do Recife para o centro em um domingo a tarde no penúltimo dia de um mês trabalhoso.

Então, graças ao desafio tive o prazer de conhecer melhor o Paulo Leminski, curitibano que viveu durante a segunda metade do século XX e foi poeta, pensador cultural, haicaísta, tradutor, biógrafo, jornalista da impressa escrita e televisiva, ensaísta, contista, romancista, autor de experimentações verbais e visuais, "polemista", roteirista, professor, roteirista de história em quadrinhos, judoca, publicitário, compositor... Ufa... Cansei... Sinceramente não sou uma pessoa interessada na vida pessoal de meus autores prediletos, então confesso: lendo Leminski jamais pensei que sendo um ele conseguiu ser tantos.


A exposição reuniu com critério e beleza uma enorme amostra da vida do poeta conduzindo os interessados pela vida dele para dentro dela através dos textos de Leminski, de suas fotos, registros visuais, biblioteca e mesmo da sua própria maquina de escrever. São tantas informações que é possível passar horas e horas na Torre Malakoff e não consegui ver tudo com cuidado. Aliás, a sensação que tive depois de ter saído da exposição foi a de que preciso voltar a ela ante de 30 de maio para apreciar com calma o ambiente e o acervo selecionado.









A exposição em si foi um momento rico e delicioso de ter sido experimentado, mas pesando e medindo preciso confessar que o melhor do Desafio 12 lugares de março não foi bem a exposição e sim ter saído de casa no domingo a tarde na companhia da minha irmã para explorar a minha cidade. As vezes eu esqueço do quanto minha irmã é uma pessoa querida e uma boa companhia, do quanto é importante fortalecer nosso vinculo em experiencias agradáveis fora das paredes de nossa casa. Eu sou apaixonada por minha irmã e caminhar com ela pelos lugares de Recife Antigo culminando com a exposição foi uma experiencia magica e inesquecível. Nós caminhamos, brincamos, conversamos e nos fotografamos em momentos ruins só por sacanagem.




A parte o fato de minha perna está totalmente cheia de marcas eu amei essa foto.

Ah, só a titulo de registro, fiz a bondade de convidar o namorado dela para o passeio e ele foi muito solicito em nos fotografar juntas.



O Recife Antigo vibra nos fins de semana com vários espaços culturais abertos e uma feirinha na qual se encontra de tudo um pouco e um pouco de tudo. Eu não fazia noção disso! Foi uma descoberta fascinante!





O Desafio 12 Lugares é uma ideia da Lu Tazinazzo do blog "Aceita um Leite?".



9 comentários:

  1. Pandora:
    Esse desafio tá mais para transportar e inspirar as pessoas a saírem da zona de conforto e desfrutar de lugares simples, na companhia de pessoas especiais.
    Leminski é da minha cidade e eu curto muito seu trabalho.
    Foi muito bom passar por aqui e constatar que mais gente está tendo acesso aos escritos de Leminski.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  2. nossa, adoraria ver. leio alguns poucos poemas do leminski, gostaria de ler mais. então conhecê-lo um pouco por uma exposição deve ser fascinante. adorei as fotos. adoro exposições que mostram objetos de trabalho das personalidades. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Olá!!

    Que ideia legal esse desafio. Paulo Leminski. O mais próximo que cheguei em alguns de seus livros foi pelo livro Toda Poesia que ajudei guardar na revistaria e livraria onde trabalho... Rsrsrsrsrs

    Sou daquelas que simplesmente não gosta de poesias, então, não vai.

    Lendo esse texto, me lembrei de quando fui ao Museu da Língua Portuguesa na época dos 100 anos de Machado de Assis, mesmo que não seja tão intensa como a que você nos falou, foi curioso ter ido.

    Até mais

    ResponderExcluir
  4. A cada post seu eu fico com mais vontade de conhecer Recife. Eu mesma! A pessoa que sempre disse "jamais irei ao Nordeste de livre e espontânea vontade porque deus me livre do calor". Pois é, Recife deve ser uma cidade mágica mesmo. Vocês têm uma coisa preciosa que os paulistas perderam: um centro histórico conservado e a possibilidade de caminhar por ele em segurança no domingo, e ainda mais a noite. Sinto falta de poder desbravar São Paulo sem o medo de morrer (porque esse é o sentimento que já nasce dentro de cada paulista, infelizmente.)

    Adorei o seu post, foi lindo! Que bom que você está se divertindo!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  5. Jaci, li muito pouco do Leminsk, só algumas coisas soltas que vejo nas internet da vida mesmo, mas talvez por causa da minha dificuldade com poesia e afins. Agora, ao contrário de você, eu sou super curioso acerca da vida do autor, quero saber do que fazem, onde nasceram, como vivem, e, principalmente, a carinha do sujeito - detesto livro que não tem foto do autor na orelha.

    E, concordo com você, esse desafio é muito bacana mesmo, já me sinto feliz de acompanhar suas atualizações e da Lu.

    Dois abraços ;)

    Comentário completamente aleatório: sua irmã é igualzinha a você! Por aqui meio mundo acredita que eu e meu irmão mais velho somos gêmeos, rs.


    ResponderExcluir
  6. Aceito leite sim, sempre, gelado, quente, com e sem açúcar, cabela, de vaca, de caixa, em pós. AMO leite e vou lá conhecer o blog :)

    Leminski: AMO
    Quero aqui essa exposição!

    Recife: Um dia irei e já sei me encantarei

    Vou flanar aqui por sua caixa
    Falando em caixa hj tem uma tal de caixa do nada lá no blog, já ouviu falar? Vai lá!

    Beijos e poesia em sues dias \o/

    Que o jardim do nosso encontro seja que nem o jardim da amiga descrito pelo poeta casado com uma Alice (e que Alice!), amigo de Arnaldo Antunes
    "Jardim da minha amiga
    Todo mundo feliz, até a formiga"
    Paulo Leminski

    ResponderExcluir
  7. Oi, Pandora!
    Não creio que morando em Recife, você não esteja usufruindo da cidade! Tinha mesmo que participar do desafio! :D
    Muito bacana a exposição acontecer na Torre Malakoff, lugar onde inspirou Leminsk a escrever "Catatau" e no mesmo lugar acontecerá um festival com a participação de Estrela, sua filha. Estou acompanhando a página do Festival Internacional de Poesia que acontecerá por aí.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  8. Belo passeio e acho adorável quando a gente descobre que a nossa cidade sempre oferece opções que surpreendem.

    ResponderExcluir
  9. Olá Pandora, tudo bem.
    Perdão pela ausência e obrigada por me seguires no meu blog novo.
    Achei graça quando escrevestes "esqueço do quanto minha irmã é uma pessoa querida " Mas é isso mesmo as vezes perdemos por não desfrutarmos a companhia de pessoas especiais, sabe que sempre quis ter uma irmã, tenho três irmãos e sempre brigávamos muito, nossa era um terror até hoje cobro deles minhas bonecas com as cabeças decepadas.
    Paulo Leminski é meu conterrâneo e temos em comum o fato de seu pai polonês e a mãe negra, os meus também e é só, porque a intelectualidade nem de perto...rs
    Beijinhos e até mais...


    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.