sábado, 20 de outubro de 2012

Meme Literário de Um Mês 2012: Dia 20 – Cite 3 livros especiais na sua vida.

Citar três livros especiais é osso néh!!! Desde que aprendi a ler aos sete anos e descobri o mundo foram e vieram muitos livros especiais, tantos que é difícil escolher apenas três.

Pegar três para falar pode até deixar os outros com ciúmes... OoOoOoOoOohhh que dor!!!

Mas vamos lá tentar!

O primeiro livro especial a é a BÍBLIA, não só por sua relação com minha fé, mas por ter me acompanhado desde sempre.

Lembro de quando comecei a aprender as letras e do meu exercício lúdico de ir abrindo a Bíblia do meu avô e consegui identificar o N, o A, o L, o G, lembro de ler as palavras "Gêneses", "Números", "Lucas, "Mateus", "Jesus", que também se escreve com J, que era a minha letrinha!

Também tive a oportunidade de frequentar a Escola Dominical e a casa do meu Avô, locais nos quais tive a oportunidade de conhecer as histórias de Gênese, Êxodo e do Novo Testamento e fui incentivada desde cedo a construir a pratica da leitura do texto sagrado para  conferir com meus olhos se o que ouvia realmente estava escrito, ou seja, mesmo se hoje ou amanhã eu venha a deixar de crer tenho sempre o dever de admitir o papel importante da Bíblia no meu processo de letramento ou alfabetização.

O segundo que não posso deixar de citar é o "Ulisses entre o amor e a morte" do piauiense Orlando G. Rego de Carvalho. Esse livro participou ativamente de minha formação como leitora. Ele chegou aqui  por volta de 1996, veio na mala de meu pai, nessa época ele trabalhava em uma empresa de ônibus interestadual fazendo a linha Recife - São Luiz com escalas por Teresina e ganhou de um passageiro a edição que ilustra a foto em perfeito estado e com dedicatória que eu apaguei com corretivo. #EraBurra

Não sei explicar porque curti o texto, mas curti, estava e está claro que o texto de Orlando não é para crianças, mas eu li e reli muitas e muitas vezes esse livro ao longo desses 26 anos de vida.

Como podem ver o livro está detonado, eu não fui uma criança cuidadosa, mas acreditem ele tem até sorte, muitos dos meus livros nem sobreviveram a minha adolescência.

E por ultimo, mas não menos importante, cito o inesquecível "O eu profundo e os outros eus" do Fernando Pessoa. Já falei muito sobre ele nesse livro aqui, acho que ninguém aguenta mais ler a respeito, então não vou me alongar, quem me conhece sabe.


Um comentário:

  1. elencar três livros é dificílimo, acho que nem me atrevo, muita coisa importante ficaria de fora, daí não dá.

    Mas pensando rapidamente, acho que as primeiras leituras tem um peso maior na lembrança, uma certa nostalgia.

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.