sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Meme Literário de Um Mês 2012: Dia 12 – Você prefere livros narrados em primeira ou em terceira pessoa?

Eu prefiro os livros bem escritos e as histórias bem contadas.

Se o autor prefere a primeira pessoa ou a terceira, oscila entre uma e outra com graça e faz bem feito para mim tanto faz.

O importante é que a história seja bem contada, bem escrita. O que prefiro é uma história bem contada.

15 comentários:

  1. Dos links que "corri" no Happy Batatinha, é esse o primeiro que como eu, não liga se é em primeira ou terceira... parece que TODO MUNDO tem preferência por terceira... e a justificativa é que leitura em primeira pessoa "limita" a história.

    Mas, insunuando reações, frases, trejeitos e um zilhão de possibilidades, dá pra ser tão rico quando tem terceira pessoa, basta o leitor... imaginar.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho uma bobagem dizer que a leitura em primeira pessoa limita a história, penso que são duas possibilidade narrativas diferentes a serem exploradas pelo autor. Francamente o único limite de qualquer texto, em minha opinião é a capacidade narrativa do autor e a capacidade interpretativa do leitor.

      Cheros!

      Excluir
  2. E são esses, provavelmente, os únicos limites da literatura, para mim...

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Também não tenho preferência não. O importante é que seja bem escrito.
    Fiz um post especial de d Dia das Criança. Quando puder, dá uma olhada. :)
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, sendo bem escrito a gente ta lendo néh Nadia!!! E sim, fui ver seu post, ficou lindoooo com todos os "oooss" do mundo!!!

      Excluir
  4. Como escritor: eu acho mais fácil e mais complicado escrecer em primeira pessoa. Como leitor: não tenho preferência.

    Agora, eu acho a literatura mais, digamos, interessante... aquela escrita em terceira pessoa e no presente. É preciso um maior domínio literário para usar o presente, por isso a esmagadora maioria dos escritores utilizam o pretérito imperfeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho todo tipo de literatura interessante Flavio, realmente não tenho preferencias nesse sentido.

      Agora falando em escritor, vc é um escritor em festa néh, livro saindo quentinho do forno!!!

      Excluir
  5. Não tenho preferência desde que seja bem narrada e amarrada.

    Dê um voltinha lá no meu Blog e lei a postagem que coloquei todos nós (os 25 selecionados)e fiz uma proposta.
    O que você acha?
    É só uma ideia para todos.
    É só clicar aí no Golfinho, tá?
    Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui lá vê achei massa sua iniciativa!!!

      Excluir
  6. Cheguei aqui para dizer exatamente o que vc disse, Pan. Tanto faz.
    Beijo e liberta a Jacizinha!

    ResponderExcluir
  7. Se o autor souber como fazer fica bom de qualquer jeito.

    ResponderExcluir
  8. Realmente tanto faz, desde que a história seja boa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Penso igual e acho que para quem escreve é que a primeira pessoa o limita mais e na terceira pessoa tem mais liberdade em trabalhar seus personagens.

    Beijos

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.