sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Quando a gente fica repetitiva...

Pois é, eu acho que depois de algum tempo postando você vai ficando repetitivo... Voltando a assuntos já tratados e quando dar por si começa a fazer surgir as séries de postagens.

Por exemplo, sem querer querendo eu vi surgir nesse blog a série: "Sonhos são esquisitos, idiotas e me apavoram.", que a julgar pela bagunça que anda meu mundo onírico só tende a aumentar.

Bem, minha teoria é que todo mundo é meio repetitivo, todo mundo conta as mesmas histórias mais de uma vez e as vezes até troca um detalhe ou outro... Particularmente não tenho problema em ouvir a mesma história duas vezes, especialmente quando gosto da história.

Depois de 4 anos blogando fico me perguntando o que existe na minha vida sobre o que já não tenha falado. Meu pai, meus irmãos, minha profissão, solteirice, animais de estimação, minhas preferencias literárias... Caraca... tudo isso já virou tema de postagem... Para falar de algo novo só me apaixonando, coisa que nos últimos quatro anos não aconteceu...

Agora me ocorreu, como seriam minhas postagens apaixonada ein?!?!? #Medo

Agora eu tava olhando minha postagem da semana no Em Quantos... e vi o quanto ela está semelhante a postagem sobre a Dignidade dos Gatos... Acho que nasceu mais uma série essa vai ser "Falando de Animais".

Se a moda pega daqui a pouco eu vou falar do zoológico inteiro nesses blogs rsrs... Dessa vez o bicho escolhido por mim foi o danado do Corvo qualquer dia desses eu vou falar da angustia que me dar olhar nos olhos do macaco, eles parecem tão humanos!!!

Enfim, já que acabei falando do Em Quantos, vou deixar o link da postagem e o titulo para quem quiser conferir:

8 comentários:

  1. Nunca parei pra pensar nos assuntos repetidos. Vez ou outra gosto de reler meus posts, e é impressionante que a sensação que dá é que aquela mulher que escreveu aquilo não fui eu. Porque tem vezes que as postagens são tão sensatas, práticas e tal. Parece que foram escritas por uma mulher super bem resolvida, com a autoestima lá no teto, independente, que não tem carências emocionais e tal. Nem parece eu. kkkkkkkkkkkkkkk

    BeijoZzz

    ResponderExcluir
  2. Às vezes me acho repetitivo, tanto que me policio constantemente, mas não acho que seja uma coisa ruim, mostra, na verdade, que temos opiniões formadas sobre determinado tema. Bom, ao menos é assim que me consolo ;)

    Dois abraços ;)

    ResponderExcluir
  3. Ah eu li sobre os corvos! Gostei bastante desse post e o dos gatos. Meu gato favorito é o de Cheschire (assim que escreve?). Enfim, ainda não coloquei o link no blog do Christian porque a ideia era rever hoje de manhã pra ver se estava bem escrito. Quando fiz a postagem eu tava tão sonolenta que as letras dançavam na minha frente. Talvez um dia eu tente virar vegetariana, ou ao menos comer menos carne, mas tenho consciencia dew que enquanto eu depender da minha mãe não posso exigir que ela me faça uma comida diferente dos outros. Afinal, ela cuida de 5 pessoas, e uma delas tem um avc e a outra só tem 1 e 8 meses.

    ResponderExcluir
  4. Olá!! Obrigada pelo comentário em meu Blog, a muito tempo não vinha aqui...=D
    Olha, chega uma hora que somos repetitivos mesmos, eu só tenho um ano e meio de Blog, então tem muita coisa que eu ainda não falei em meu Blog, mas procuro falar de coisas do cotidiano e deixo as coisas do passado ara falar de alguma coisa que me fez lembrar, e assim vou blogando e blogando, aprendi muito por aqui, a Blogosfera é cheia de coisas boas, tem ruins tbm, mas devemos focar nas que valem a pena.
    Vou ler as outras postagens... Bjks

    ResponderExcluir
  5. Já que lá no "Em quantos" você fez citações literárias, deixarei uma aqui, que faz uma referência aos corvos, mas principalmente dessa capacidade que temos de armazenar informações e da vontade de passá-las para frente:

    ...Porque é possível ocasionalmente, por breves instantes, encontrar as palavras que abram as portas de todas as inúmeras divisões no interior da nossa cabeça e exprimir alguma coisa – talvez não muita coisa, mas alguma – a partir da enorme quantidade de informação que está contida em nós, da forma como um corvo voa à maneira como um homem se desloca, da observação de uma rua ao que fizemos num certo dias há doze anos. Palavras que exprimem alguma coisa da complexidade profunda que faz de nós precisamente aquilo que somos, do significado momentâneo do barômetro à força que criou os homens diferentes das árvores. Alguma coisa dessa música inaudível que vai correndo, instante após instante, no nosso corpo, como a água de um rio. Alguma coisa da essência de um floco de neve ao pousar sobre as águas de um rio. Alguma coisa da duplicidade, da relatividade e da qualidade meramente fugaz de tudo isso. Alguma coisa da sua importância omnipotente e da sua profunda ausência de significação. Quando as palavras, num instante de tempo único e preciso, conseguem fazer isso e nesse instante torná-lo parte da assinatura vital de um ser humano – não de um átomo, de um diagrama geométrico ou de um monte de lentes sobrepostas – mas de um ser humano, a isso chamamos poesia.

    Do livro "O Fazer da Poesia", de Ted Hughes.

    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Não tenha medo porque você nunca será repetitiva porque a sua alma se renova diariamente.

    ResponderExcluir
  7. Olá Pandora. Eu penso da seguinte maneira, os assuntos podem ser os mesmos (e isto nada tem a ver com blogues, pois quantos assuntos variamos em nosso cotidiano real?), porém, a forma de colocá-los é diferente. Tenho posts que discutem praticamente a mesma coisa, como foi o caso da comparação entre os posts "A pressão do perdão" e o "Desculpa, então". Analisando: assunto igual, experiências totalmente diferentes.
    Concordo com quem disse que nos renovamos diariamente. Ser repetitivo é falar talvez de várias coisas, mas do mesmo modo, tipo os posts mimimi. Sempre um mimimi diferente. ahahaha

    ResponderExcluir
  8. Pandora,estou pagando a minha dívida e comentando nas suas últimas postagens, já que você tem sido tão presente nos meus dois blogs [DOIS].Tenho que tomar vergonha na cara mesmo...

    De qualquer forma,até eu sou repetitiva.Quem não é? Um tema surge mais de uma vez,um assunto aparece mais vezes do que gostaríamos. Não se pode controlar... A não ser que você tenha tamanha criatividade que qualquer assunto banal se torne uma postagem.Porque,sinceramente,não sou assim. Quem dera sermos,heim? vejo blogueiras da Máfia (aquele grupo,não sei já ouviu falar) e sinto um tantinho de inveja por não poder falar tão facilmente....da feijoada que não curto (não que goste,mas já li coisas assim),etc. Não se pressione tanto. Apenas continue postando... E,pelamor,mesmo que comece a namorar, não poste textos sobre isso! U__U. Não tem coisa mais clichê e chata.
    por Blog Abs ~

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.