sexta-feira, 22 de junho de 2012

Corpo de mulher...

Quando eu abrir esse post minha intensão era colar aqui o texto que a Aleska escreveu no seu Diário de Bordo, no qual ela propõe uma blogagem coletiva, mas embora eu realmente vá falar sobre essa proposta dela só pensar nessa proposta me trouxe a memória uma situação que vivi a uns dois anos atrás que se relaciona justamente com meu corpo de mulher.

Há cerca de dois anos atrás Midian resolveu casar e me convidou para ser a madrinha e como madrinha eu tinha que pensar em vestido, cabelo, sapato e derivativos, afinal, casamento na Igreja requer uma produção e tanto...

No dia da primeira prova do meu vestido de madrinha lembro que entre as peças disponíveis havia um vestido rabo de peixe verde idêntico a esse vermelho ao lado, eu resolvi prova-lo por insistência da moça que estava nos ajudando.

O surpreendente foi o susto de me olhar no espelho com aquele vestido, me estranhei em meu próprio corpo, minhas próprias formas... Voltando a postagem que fiz nesse dia pude relembrar meu estranhamento em relação a minha imagem e achar isso muito louco.

É louca a relação que a mulher ocidental tem com seu corpo, é louco os efeitos que essa relação causa a nós mesmas e talvez seja urgente a necessidade de pararmos para pensar a respeito disso.

Para mim, pessoa que se relaciona de maneira paranoica com meu próprio corpo, o convite da Aleska é muito conveniente estando desde já aceito.

Quem se interessar pelo tema, achar conveniente pensar a respeito e expressar suas impressões em seu blog sinta-se convidado a clicar no link abaixo e ir lá no blog dela, conferir a ideia e entrar na turma.

Todos e todas serão bem vindos!!!


6 comentários:

  1. Uma postagem interessante, vou me preparar!! hehehe!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Bem, a maneira que algumas mulheres se relacionam com o próprio corpo, chegando a pensar que SOMENTE com ele vai conseguir as coisas, e depositando em sua aparência física a razão de sua felicidade ou tristeza...é lamentável. Há muito mais com o que se preocupar. E infelizmente às vezes essa paranóia se torna uma doença. Nao tenho paciência pra gente assim.
    Acho que a proposta pode auxiliar muito essas pessoas, e o compartilhamento de opniões diferentes é sempre bem vindo.

    ResponderExcluir
  3. Convite aceito, e isso tá muito o que escrever.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu também, assim que soube da proposta, já soube o que escrever. Creio que vai sair muita coisa legal dessa blogagem...

    ResponderExcluir
  5. Uebaaa! agora ja temos 8 pessoas na iniciativa!

    ResponderExcluir
  6. Estou dizendo que vai dar Ibope !!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.