quinta-feira, 24 de maio de 2012

Tempestade...


Não sei ou sei porque ando com um humor um tanto quanto melancólico, com aquela sensação de dever não cumprido de coisas a fazer e uma grande enorme incapacidade de fazer o que quer que seja...

Acho que estou com muita vontade de usar essa página do blog para ficar de mimimimimii, tempestade em copo d´água, desabafar angústia, sei lá, nem que seja só por hoje... preciso de um Momento Desamparo...

E bem, não quero sair por ai postando em redes sociais, conversar com família tá fora de questão.... Ligar para minhas amigas nem pensar.

Todos que me são próximos parecem e tem grandes problemas no momento... Pensei em ligar para alguém, escrever algum e-mail ou algumas cartas...

Mas não quero usar palavras minhas para exprimir o que sinto... só piso e repiso palavras alheias enquanto desejo sumir do mapa como se nunca tivesse existido nele, sem causar transtornos a ninguém, sem deixar nenhuma lembrança que "arda que fira ou que mova"...

E nessas horas... passa um desfile de textos pela minha mente...


"Ó meu coração, torna para trás.
Onde vais a correr, desatinado?
Meus olhos incendidos que o pecado
Queimou! o sol! Volvei, noites de paz."

Fernando Pessoa

"O dia deu em chuvoso.
A manhã, contudo, esteve bastante azul.
O dia deu em chuvoso.
Desde manhã eu estava um pouco triste.

Antecipação! Tristeza? Coisa nenhuma?
Não sei: já ao acordar estava triste.
O dia deu em chuvoso."

Sahge:

"Como morrem os anjos?
Como abraçam o vazio os homens alados, cujos sonhos voam?

Morrem como morrem todos os homens,
Sozinhos e com medo, antes que a cortina caia.
Lançando no eterno a esperança de alcançar o mar infinito
O verde e o campo onde caminhariam para sempre."

Carlos Pena Filho:

"São trinta copos de chope,
são trinta homens sentados,
trezentos desejos presos,
trinta mil sonhos frustrado.”

Salomão:

"Vaidade de vaidade diz o pregador, vaidade de vaidade! Tudo é vaidade.
Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol?
Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra para sempre permanece.
Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volata ao seu lugar de onde nasceu
...
Todas as coisas são trabalhosas; o homem não o pode exprimir; os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos se enchem de ouvir."
(Eclesiastes 1. 2 ao 5, 8)

E sim, é um drama só... uma tempestade em copo d'água...


Ah, no final quando fui ver uma imagem para o post dei de cara com essa tempestade e não resistir... Me lembrei do Sr. Tio Verden que confessa vez ou outra ser dado a lamúrias... É tio, sou mesmo sua sobrinha, ainda que adotada! Menos mal, pois já diz o ditado "Quem sai aos seus não degenera!".


E depois dessa vou dormi que meu mal também é sono...


"Se eu fosse a Bela Adormecida, espetaria novamente o dedo na roca de fiar e dormiria por mais cem anos." (Gabriela)

11 comentários:

  1. Oi, Pandora. Eu também ando assim, e já faz tempo! Não me sinto bem em ficar de mimimi (acho muito engraçado quando o Christian fala assim rsrs) no meu blog, às vezes faço um post mais ou menos nessa linha e me arrependo. Mas não tenho nada contra um mimimi de vez em quando, de vez em quando!... rs.Blog também serve pra isso. Acho que sou pior do que você, faço verdadeiros tsunamis em copo d'água.
    E agora vou dormir também.

    beijo pra você.



    Ah, AMEI os poemas!

    ResponderExcluir
  2. Não acho que isso foiuma tempestade em copo d'água. Vc, de fato, está triste, melancólica, mas isso acontece. E "tudo passa, tudo é frágil".

    Creio que seu jeito alegre, seu entusiasmo pela vida, vingará.

    Vez ou outra, sou dado a lamúrias?! Lamúrio com frequência.rs

    O mundo virtual não pode ser tão desdenhado assim, no tocante em relacionamentos humanos, pois, como sempre há exceções:tenho uma sobrinha de 21 anos e um sobrinho(seu irmão) de 19; gosto mais de vc, Pandora, do que deles; és bem carinhosa e me trata com bem mais consideração.

    Saúde, paz e alegria pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Pandora...hoje o dia amanheceu assim para mim também! Nestas horas...a gente se derrama...porque o copo pode até estar cheio...mas somos rioo! =) Beijo!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olha só, todo mundo precisa desabafar e até fazer mimimi vez e outra porque senão o coração infarta. Infarta mesmo. Somos humanos, ficamos tristes, melancólicos. O importante é que essa tristeza não prevaleça, porém para não ficar lá dentro nos minando, tem q ser posta para fora, claro que evitando machucar pessoas com isso. Mas além de desafogarmos a alma, um bom mimimi (desabafo) pode fazer a gente ver que o que nos estava deixando tristes era só um grãozinho de areia, e não aquela pedra no sapato q imaginávamos.
    Beijinho...

    ResponderExcluir
  5. Ô, guria! Não esquenta. Acho que o problema é quem fica de mimimi o tempo todo, o que não é o teu caso. E acho q isso tá contagioso, pq eu acordei meio ruinzinha, com uma leve enxaqueca, não consegui fazer nada... Então somos duas de mimimi! rsrsrs
    Descansa e tira uma boa noite de sono, saia pra jogar conversa fora com alguém que você goste... às vezes isso basta pra gente melhorar.
    Mas se quiser eu estou à disposição. Me manda mensagem e pode desabafar à vontade! Você já me ouviu tanto :) beijocas

    ResponderExcluir
  6. Ah Jaci, manda um carta, liga pra mim (mesmo a cobrar) eu vou te ouvir de todo coração!!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Pandora!
    Que o sol da próxima manhã te traga calor e esperança... mas se amanhecer nublado não se desespere... no tempo certo as nuvens se afastam e o sol volta a brilhar!
    Beijos... Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  8. Oi garota linda! Não te preocupas com o que estás a sentir neste dia, pois todos temos momentos assim... O bom é que vem e passa, como tudo nessa vida. Obrigada pela visita... Amei o teu cantinho. Abaixo um poema que fala mais ou menos o que estás a sentir... Meu poeta preferido.
    De: J.G. de Araujo Jorge
    TRISTEZA

    Eu hoje acordei triste, - há certos dias
    em que sinto esta mesma sensação...
    E não sei explicar, qual a razão
    porque as mãos com que escrevo estão tão frias...


    E pergunto a mim mesmo: - tu não rias
    ainda ontem tão feliz... diz-me então
    por que sentes pulsar teu coração
    destoando das humanas alegrias?...


    E, nem eu sei dizer por que estou triste...
    Quem me olha não calcula com certeza,
    o imenso caos que no meu peito existe...


    A tristeza que eu sinto ninguém vê...
    - E a maior das tristezas é a tristeza
    que a gente sente sem saber por quê!...
    Beijos em teu coração

    ResponderExcluir
  9. Me empresta o seu copo? Ando precisando de um para recolher as minhas lágrimas.

    ResponderExcluir
  10. Ola Pandora,
    É sempre muito bom colocar todos estes sentimentos, mesmo que desencontrados para fora, e o blog é sim um lugar muito especial para fazer isso, principalmente, como lembrou bem, quando não estamos afim de amolar ninguém com os nossos problemas "transitórios". Faz parte!

    Porém lembre-se! Hoje é sexta-feira e tudo fica mais alegre e feliz não?

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  11. Anime menina!Tudo passa! Amanhã com certeza a tempestade vai embora e o sol volta a brilhar!!!
    Um grande abraço menina.
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.