quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Saudades...

Saudade é uma palavra que só existe em português, há quem diga que a expansão portuguesa do século XVI foi tão grande e tão intensa e que os antigos navegantes portugueses sentiam tamanha dor por estarem espalhados por lugares tão diferentes e diversos que sua tristeza, seu sentimento de está fora de algo que lhes era querido fez surgir essa palavra...

Eu não sei se essa história é verdadeira... Mas faz sentido... Realmente eu não gosto de me queixar quando meus amigos do mundo concreto estão longe, não aparecem a tempos ou não ligam para o meu celular... Afinal eu faço fico distante quando preciso, não gosto de ligar com o celular e visito poucas casas... Menos ainda eu me queixo de amigos virtuais...

Quando fiz minha primeira conta em um meio virtual, avisada pelas diversas mídias sobre a fluides dos laços virtuais disse para mim que não iria me apegar a ninguém... Quando isso não funcionou estabeleci que não ia cobrar nada de ninguém... Que não ia ligar se as pessoas sumissem do mapa, se nunca mais escrevessem e-mail... Se não dessem satisfação... Ou sabe lá o que...

Disse a mim mesma que respeitaria o outro, que não gastaria tinta escrevendo sobre isso... Bem... eu não falei nada no meu pacto comigo mesma sobre possíveis desabafos em posts alheios... muitas vezes desabafei meu sentimentos em posts a fora, especialmente nos do Sr. Tio Verden!

Mas sim, eu não gosto de assumir a falta que alguns amigos virtuais me fazem, até porque alguns costumam se ausentar por necessidade e atendem quando nós chamamos, mas agora, nesse momento, nessa meia noite pesou um sentimento atros, fulminante, pesado... graças a Deus que brasileira herdei de Portugal a linguagem e posso nomear esse sentimento então só por hoje, só por agora, quebro meu pacto comigo mesma e gasto a tinta para escrever no blog em azul que é minha cor feliz... Afinal é uma felicidade poder explicitar um sentimento:

"Poxa vida que Saudade... Que saudade filha $%#&, que saudade sem graça... Que saudade chata!!!"

#ProntoDesabafei!

21 comentários:

  1. Saudade de voce e dos seus comentarios sempre motivadores! mas acho que sempre vou sentir essa saudade, pois ela e boa, ela me faz ter certeza do carinho apesar da distancia, da vontade de ver e conhecer umpouco mais, de vir aqui e acompanhar seu textos, meso que eu mesma permaneça em silencio.
    bjs
    Di

    ResponderExcluir
  2. Eu custo a me apegar a alguém, mas depois que me apego, seja virtualmente ou pessoalmente, custo a esquecer. Então sinto muita falta de algums pessoas.

    E amizade virtual é igual à amizade pessoal, só mudo o modo como funciona... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. É, sobrinha, e falando em saudade, ando com saudade dos seus comentários nos meus humildes blogs(rs).

    Tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir
  4. "Saudade, mal estar que se bem diz,
    que queima mas não deixa cicatriz.
    Saudade, doce bem que nos tortura,
    Meu coração maltrata com doçura."

    Qualquer menção da palavra "saudade" me faz cantar a música d'Os Serranos que tem esse nome e é mais velha que as pedras, mas que acho que tem uma letra absolutamente admirável e encantadora.

    ResponderExcluir
  5. Lendo assim, tudo faz sentido. Pode ser a verdadeira história da saudade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. rs... Curtir uma saudadezinha é gostoso, me faz sentir que estou viva.

    É sempre bom recordar de quem gostamos. *-*

    ResponderExcluir
  7. Rs... Eu tbm não cobro nada aqui no virtual, simplesmente porque aqui no "carne e osso", já me queixei e só me ferrei, foi como tentar alcançar um copo e acabar afastando-o ainda mais.
    Beijinho...

    ResponderExcluir
  8. É. Não tem jeito. Eu não sei viver sem me apegar de alguma forma às pessoas de quem eu gosto, pois mesmo no mundo virtual a gente acaba por se apegar a algumas pessoas em especial devido a afinidades, principalmente.
    E sim. Eu sinto falta de algumas pessoas.
    Como você, também eu não cobro. Sei o quanto é corrida a vida quotidiana e vejo por mim, que tenho um Blog, e que agora, por exemplo, já fazia cerca de um mês desde a última postagem. E claro. Sem tempo também para visitar os meus cantinhos preferidos, assim como o seu.
    Bom mesmo é a gente saber que existe um carinho, uma sintonia e que isso está sempre ali. Já tive provas de que amizade virtual pode sim ser verdadeira, pode até se transformar numa amizade da vida real, e quando isso acontece ... é bom demais.
    Um beijo minha querida ... na alma.
    Angel.

    ResponderExcluir
  9. Pois é, a gente fala tanta coisa e depois faz tudo diferente. Como sempre digo: não me cobrem coerência porque estou sempre mudando. E sei que você também se permite a mudança.
    Como diz uma grande amiga: "a amizade não é uma constante presença, mas uma constante lembrança".
    E agora há pouco estava pensando em ti, enquanto cortava aquela grama onde você vai rolar à vontade!

    ResponderExcluir
  10. Morri de rir com seu comentário. Hurxley é o cara do admiravel mundo novo? Eu quase li o George orwell, eu comecei a ler ano passado mas nem curti. Teoria da conspiração é o email que recebi hoje do meu pai falando dos riscos do facebook. Toda hora ele me manda um. Sempre sinto vontade de deletar minhas contas da internet por causa disso, mas pensei que ia ser mais negativo do que positivo pra mim, principalmente por causa dessa história das parcerias. Eu não to num bom momento pra sentir saudades não. acho qeu quero é conhecer pessoas novas porque o pessoal antigo eu já conheço. Quero navegar em águas desconhecidas rss beijos e boa sorte com a cura da sua saudade. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Acho que foi falta de educação desse seu amigo. não é pq vc era adolescente que vc não entendeu o livro. É sempre possivel extrair informações novas de um livro, principalmente qdo se navega em mares desconhecidos kkk vou insistir nessa metafora de piratas do caribe.

    ResponderExcluir
  12. É muito bom um desabafo, faz bem pra
    alma... faz bem pra mente...faz bem até pro corpo!!!

    "Quando a saudade é demais, não cabe no peito: escorre pelos olhos."
    bjss
    Amara

    ResponderExcluir
  13. Ô minha menina véia amarela do buchão... sei bem como é ruim essa saudade. Às vezes eu queria que vocês morassem na mesma rua que eu. E na hora que desse uma aperto, eu corresse pra lá pra gente tomar uma xícara de café. Mas nem tudo na vida são flores, né? Então é o jeito ir levando.

    BeijoZzz

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pelo seu espaço!!
    Você escreve bem!!
    Conheci seu blog bem recentemente.
    Frequento alguns blogs, 2 em especial comento quase todos os posts.
    Nós estamos ligados por uma energia invisível, ao nos doarmos uns aos outros, conspiramos p/ fluidos positivos circular aqui na terra...
    As pessoas deviam pensar nisso, os mais achegados, qdo tu escreve esta se doando, egoistamente as pessoas leem e não te retornam uma linha. É o tal negócio querem receber, sempre e não se doam nem um pouco!!
    Sabemos que não temos tempo, mas, não entendo, tem tempo de ler e não pode dizer algumas palavras?
    abç

    ResponderExcluir
  15. Falando em saudades vim correndo porque é op que estou sentido minha doce Pandora.

    Amo o que escreves seja qual for o tema e saudades apertou o meu coração.

    A Saleta vai estar de portas abertas este carnaval transbordando de posts das minhas queridas colaboradoras.

    Beijos e um bom carnaval.
    Irene

    ResponderExcluir
  16. Saudade. Ainda bem que essa palavra existe ou eu não saberia o que seria da minha vida... Gosto daquela musiquinha: "Saudade... Saudade... Hoje eu posso dizer o que é dor de verdade..."

    ResponderExcluir
  17. Olá,querida
    A minha cor feliz também é o azul... coincidência!!!
    Despego é difícil mesmo... para todos nós...
    Bjm de paz e alegre

    ResponderExcluir
  18. Também ando morrendo de saudades daqui, mas infelizmente não está dando para ler e comentar todo mundo, alias estou com saudades de tudo, principalmente da minha casa!
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  19. A saudade é tão “estranha”. Muitas vezes falamos em saudade. Sente saudade das pessoas, mas continua onde está. Pensa na pessoa e tudo, mas como a correria do dia não permite, daí vem a velha desculpa do "não temos tempo",deixamos pra depois...

    Grande beijo, Elaine

    ResponderExcluir
  20. Tava com saudade de mim? Assim, no singular, porque saudade verdadeira é única. Sei que estou muito sumida e mal tenho tido tempo para o Bom dia, de cada dia. Passe sempre por lá porque eu quero que o seu dia seja sempre feliz. Bjos

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.