terça-feira, 13 de setembro de 2011

CAIXA 150 Anos: O Bruxo do Cosme Velho / Desde quando Machado de Assis foi Branco?

Assim, sabe quando você está tão estarrecida(o), tão abismada(a), tão surpresa(o) que não pode ficar quieta(o) , sou eu nesse momento! A cinco minuto atrás estava eu no conforto do meu sofá assistindo televisão com meu pai e meu irmão e tenho uma surpresa, entre em cena um dos comerciais comemorativos dos 150 anos da Caixa Econômica Federal, a Gloria Pires entra em cena nos apresenta o Bruxo do Cosme Velho!

Opa, eu me endireito toda, pq Joaquim Maria é um dos meus preferidos desde a sétima série quando eu li Dom Casmurro pela primeira vez e o meu amor por ele só cresce, nos últimos meses a obra dele foi uma das fontes inspiração que me ajudaram a reconfigurar meu projecto de mestrado... Estudei durante a graduação a obra de Machado de Assis na trilha de Sidney Chalhoub, mergulhei na percepção social de Machado, como ele evidencia em sua obra o carater paternalista, patrimonialista e hierárquico da sociedade Imperial.

Aprendi com Eduardo de Assis Duarte sobre o fato de ser esse homem um dos grande intelectuais afro-descentes, neto de escravos, educado dentro de um morro carioca iniciado nas arte da impressão e no mundo editorial pelo tipógrafo, editor e também afro-descendente Francisco de Paula Brito.

Machado, um homem introspectivo, carrancudo, mas que mesmo assim no 1º de Maio de 1888 saiu em carro aberto pelas ruas do Rio de Janeiro que em 1893 quando tantos já haviam esquecido a importância desse dia escreveu que:


"Houve sol, e grande sol, naquele domingo de 1888, em que o Senado votou a lei, que a regente sancionou, e todos saímos à rua. Sim, também eu saí à rua, eu o mais encolhido dos caramujos, também eu entrei no préstito, em carruagem aberta, se me fazem favor, hóspede de um gordo amigo ausente; todos respiravam felicidade, tudo era delírio. Verdadeiramente, foi o único dia de delírio público que me lembra ter visto."

Esse homem brilhante, diferentemente de um certo ídolo pop do século XX, pelo que me consta, nunca sofreu de vitiligo para aparecer branco em um comercial do século XXI. Eu estou definitivamente chocada, chateada e ofendida!

Eu sei que no senso comum, e no não comum também, é difícil para as pessoas imaginarem que coube aos negros e negras que habitaram o Império do Brasil um papel diferente do de escravo, até porque eu trabalhei a graduação inteira oferecendo um curso sobre Cultura Afro-brasileira e as pessoas SEMPRE se surpreenderam quando me viam falando de INTELECTUAIS AFRO-DESCENDENTES.

O Literafro da UFMG: um dos meus bancos de dados preferidos para quem quiser conferir algo mais!

 

Não é de surpreender alguém que nunca precisou pesquisar nada sobre Cultura Afro ignore que o papel de intelectual, literato, politico, artista, jornalista foi ocupado por inúmeros homens e mulheres de cor ao longo de nosso história, afinal temos ai séculos de escravidão... E como Lilia Schwarcz tão bem trabalhou no fabuloso "O espetaculo das raças" temos neodarwinismo nas costas, Antropologia criminal, racismo, preconceito... novela das oito, não vamos esquecer dela, fonte inesgotável estereótipos, MAS como pode alguém que pesquisou a vida de Machado de Assis ignorar uma particularidade tão importante a respeito do homem que ele foi?

O que significa isso?


Eu estou com minha vista seriamente comprometida ou esse actor é branco demais para representar Machado de Assis?



Não gostei desse vídeo, não aprovei, me revoltei e lamento muito sentir que ainda estamos nessa, de sentir o quão racista o Brasil é... Eu estou me sentido roubada em relação a minha história... Embranquecer Machado de Assis dessa forma é uma violência sem tamanho, me enoja!

E sim, esse post está sendo escrito mediante altos índices de ódio fulminante, raiva e o que mais vocês puderem imaginar, perdoem se houve algum excesso, se eu me furtei de ser polida em algum momento afinal discutir tudo o que diz respeito a memória afro-brasileira requer cuidado e cuidado é tudo que eu não estou com paciência de ter nesse momento, o que mais quero é desabafar minha raiva e de forma alguma eu poderia me furtar de escrever isso...

Sei que não sou ninguém no jogo do bicho, sou só mais uma educadora em formação, tentando ser a melhor profissional possível para meus pequenos, pode parecer pouco, mas para mim é muito, além do fato de que esse assunto pode não interessar a maioria das pessoas... mas para mim é importante e como esse blog é afinal de contas meu diario a educadora que sou não pode ficar com essa raiva presa de jeito nenhum, isso me sufocaria.

  O vídeo criado pela BorghiErh/Lowe para a campanha de 150 anos da CAIXA. 


________
Na trilha da Jussara eu também descobri a Ouvidoria da Caixa, onde podemos reclamar, para os que por acaso também se revoltarem com o ocorrido e quiserem reclamar deixo o link: Ouvidoria Caixa!

12 comentários:

  1. Tô p@@@ sem nem ter visto o comercial, vamos protestar a Caixa deve ter um sac e um fale conosco!
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  2. No site da Caixa tem uma Ouvidoria é só entrar e escrever, não precisa ser correntista, aliás é melhor dizer que não,para entrar em "outros" no assunto.
    Taí o meu protesto:
    "Desde quando a Caixa Econômica do Brasil é racista e mentirosa?
    Desde quando Machado de Assis era BRANCO?
    Quem foi que aprovou essa propaganda? Não estudou? Nunca ouviu falar do escritor?
    Sou branca e estou horrorizada que um órgão governamental tenha feito tamanho desserviço a cultura brasileira!"

    bjs pra você
    Jussara

    ResponderExcluir
  3. Vi agora a pouco...postei algo no FACE, mas não me contive e pesquisei se alguem mais havia ficado tão p%$#@ quanto eu, e.....ai que alívio... Creio ter sido uma lasca da hipocrisia deste brazilzinho, com z mesmo, pois isso aí não pode ter vindo do MEU BRASILZÃO!!!!

    ResponderExcluir
  4. Vc roubou meu post , um post que eu ainda nem escrevi :-P Vi esse comercial ontem, tô enlouquecida de raiva com esse filme!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Ahhh, a propaganda da caixa!! A primeira coisa que disse quando eu vi foi exatamente essa: desde quando Machado de Assis era branco?!!!!!

    Adorei o post Pandora! Somos duas indignadas!!

    ResponderExcluir
  6. Escrevi na forma de sugestão que a Caixa tenha como norma um pouco de conhecimento de história por quem lida com agências de publicidade, para que as propagandas aprovadas para veiculação não deponham contra a a instituição.

    Mandie links em que aparecem fotografias de Machado de Assis.

    Gostei demais desse teu texto!

    Beijo,
    Ingrid

    ResponderExcluir
  7. Esse "branqueamento" aconteceu também com Lima Barreto. A história é escrita pelos vencedores e seus heróis e mártires são os brancos, ricos e bem sucedidos. Os negros quando alçam esse patamar passam pelo processo de branqueamento. Ainda prevalece com força miserável em nossa cultura aquela máxima "preto mas com alma de branco". Acho que estamos muito longe ainda, Pandora de varrermos o preconceito e a discriminação. Elas são proibidas por lei mas estão impregnadas na cultura, na formação das pessoas desde muito cedo. Isso não impede, no entanto de a gente continuar na batalha, vou lá na ouvidoria da CEF. Abraços. paz e bem.

    ResponderExcluir
  8. Um grande absurdo!!! Assino embaixo do seu post!

    beijos e ótimo dia!!!

    ResponderExcluir
  9. Não vi o comercial. Mas estou é feliz em ver a indignação com o pouco caso (ou caso pensado sob preconceito) com a imagem do maior escritor brasileiro. Vou também me manifestar junto à Caixa. Post Maravilhoso!

    Girassóis nos seus dias.
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Isso se trata de um desconhecimento absurdo, ou de falta de consciência, também absurda. Não é porque ele era negro que a obra seria inferior. Machado entrou pra lista de maiores pensadores da literatura por que seu pensamento sempre se mostra muito atual (e olha que foi um americano que o selecionou).

    ResponderExcluir
  11. Nossa! Ainda não tinha assistido! Qual a desculpa darão? Se não for discriminação, será falta de conhecimento? Como podem elaborar tal coisa sem pesquisa?
    Vou lá reclamar! Beijus,

    ResponderExcluir
  12. Orgulhosamente programei uma 'chamada' para este ótimo artigo no novo site dos Blogueiros do Brasil. O post será publicado dia 21/09 às 19:00 hs.


    Abraços cordiais.

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.