sábado, 9 de outubro de 2010

Entre pai e filha...

Nem toda relação entre pai e filha é problematica! Que legal! Este não é o meu caso. Entre eu e meu pai o bicho pega!!! rsrsrs Acho que não se passa uma semana sem que a gente tenha um pequeno desentendimento básico... As vezes por motivos bestas... Só a graça!!! A gente briga por coisa que variam desde o futebol até a minha porca administração do meu salário, passando pelos meus amigos chegando até o fato de que nós brigamos muitoooo mesmoooo!!!

As vezes isso cansa e as vezes eu acho que vez ou outra painho podia concordar comigo ou mesmo aceitar a minha opinião, pq ele discorda de mim até quando eu concordo com ele e isso é uma chatice enorme!!!

No mais painho é uma figura! É um cabra muito honesto, ótimo profissional, muito mandão e altamente sufocante, não sei como uma pessoa consegue ser tão superprotetora assim \o/ Afff...

Até a Cinderela tem mais liberdade que eu, ao menos a carruagem dela vira abóbora a meia noite, a minha de 9:30 já rodou... e se vc não chegar em casa se prepare pq a casa vai cair nega!!! Pq painho derruba ela toda em sua cabeça... Ele te liga no celular (não ouse não atender, eu já fiz isso e a coisa ficou muitooooo preta \o/) e começa o rosário: "Onde vc está?" "Você já viu que horas são essas?" "Você já viu o nivel de criminalidade?" "Você perdeu o juízo?" "Venha para casa agora!" "Jacilene como vc é irresponsável vc sabe a hora que tem que está em casa!"

Jesus me acuda \o/ Que novela mexicana... Já aconteceu de painho ligar e eu está subindo a escadaria e escutar ele ao vivo tentando dizer: "Painho eu estou na escadaria, tô vendo o senhor daqui!" Mas não tem jeito quando ele tá nessas crises ele não escuta nem ele mesmo!!! É uma aguniaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!

Ah, e ele tem medo de tudo!!! Da rua, dos homens, do tempo, tente sair de casa quando está chovendo, das estradas, do sol, tente sair de casa quando está muito quente, da vida e especialmente de MOTOS... E é essa a questão que me motivou a escrever essa postagem.

Meu pai morre de medo de motos, não me pergunte pq, mas ele morre, todos os dias quando saiu de casa ele diz, além do rosário habitual de cuidado com isso e com aquilo: "Cuidado com essas motos doidas!" E lá vou eu néh!!! Só que um dos meus amigos comprou uma moto já faz um ano e eu vivo constantemente atrasada de maneira que ele vivia me oferecendo aquele apoio técnico: "Bora menina, tu bota gasolina e eu te levo, é mais rápido!" e eu negando sempre, até que um dia eu estava muito atrasa e ops, aceitei... bora \o/ Morrendo de medo, sofrendo... sentindo-me culpada, mas fui... e mais de seis meses depois viciei-me nessa prática...

Moto é rápida, é prática, é eficiente, vc não se atrasa, sobe ladeira que o ônibus não sobe e com o tempo perde o medo \o/, eu até poderia comprar uma moto (financiada em trocentas vezes néh!) Mas, sei que ou meu pai quebraria minhas pernas ou quebraria a moto e a possibilidade dele quebrar a moto é muito maior que minhas pernas...

Enfim, essa semana o meu amigo, comentou comigo algo do tipo: "Oia, ela nem tem mais medo da moto!" ao que eu respondi: "É nego, tenho não, eu tenho mais medo que painho me pegue em uma moto do que de andar de moto!" Ele riu de se acabar, eu nem tanto, mas é verdade... Painho tem essa capacidade, em algumas situações ele sempre consegue fazer com que eu me sinta culpada e temerosa de suas reações, mesmo estando ausente!

E graças a chatice dele eu não posso comprar minha moto, ainda!!!


Nossa melhor foto!

6 comentários:

  1. Que coisinha fofa aí na foto de cima. E que mulherão na foto do perfil...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. rs...faz parte né. a gente briga, briga, briga mas só se quer bem rs...
    é assim mesmo rs...

    um bom fim de semana pra vc! bjs

    ResponderExcluir
  3. Você brigam mas ele participa da sua vida e você sente isso, mesmo que isso te sufoque!

    Meu pai foi um ausente, sempre apareceu pra fazer as cobranças que os outros pediam que ele fizesse e de uma forma dura. O que nos afastou completamente... Posso dizer que não sinto quase nada por ele!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Como é bom saber que ele se importa, não é mesmo? A foto é um show!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá Jaci bom dia!

    Jaci, ao ler este relato, me vi no lugar de teu pai... Primeiro formam as minhas filhas. A mais nova tinha moto. E quando casou-se logo ficou grávida, e durante o tempo em que estava esperando o primeiro filho, muito embora meus constantes apelos, ela andou com esta dita cuja moto, ate a ultima semana de gestação! Agora imagine você, o que sobrou dos meus cabelos... Estes que sobraram, os netos que já estão ameaçando derrubar, pois eles, tem a mente voltada para serem pilotos de motos, vão derrubar o que me resta!!!

    Mas Jaci, não esquente com o teu painho, porque o que faz ele agir desta forma, é culpa de mundo de violência em que vimos... Mas como meu saudoso painho falava e eu repito para aqueles que estão a minha volta. Filho antes de sair, lembre que estas deixando aqui, quem verdadeiramente te ama e te que bem.
    E lendo o teu relato, eu acredito que teu painho tem o mesmo sentimento por você.

    Abraço a você deste velho pensador.

    Jota.

    ResponderExcluir
  6. Moça tem selinho pra vc lá no meu blog, passa lá para pegar depois!

    Bjusss

    http://daniellesou.blogspot.com

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.