segunda-feira, 19 de julho de 2010

Desabafo pós-EBF!!!

Foram três dias de EBF, quatro encontros, três com aulas e um grande culto de agradecimento. Foi uma benção, foi um caos, foi grande, foi pequeno, foi calmo, foi agoniado, foi um alivio, foi uma benção... Enfim, foi TUDO!!! Absolutamente tudo o que poderia ser... uma experiência inesquecivel da qual vou sentir falta, sinto que daqui a algum tempo vou rever cada postagem que fiz sobre a EBF e vou sentir uma dose de nostalgia enorme.

Na véspera do começo de qualquer evento que fazemos dentro da Igreja sentimos uma enorme vontade que tudo acabe logo e que nós possamos agradecer, mas quando terminamos, que olhamos as salas vazias, sem crianças, sem decoração, cadeiras organizadas, nenhuma perspectiva de ouvir os sons dos pequenos... O que sentimos é um grande vazio, uma grande melancolia e no final depois que eu sará dessa gripe que se apossou de mim, dessa ressaca da crise de asma que tive ontem a noite, desse cansaço que está entranhado em meu corpo e ameninar minhas olheiras, sei que vou sentir saudades do movimento...

Não posso dizer que estou pronta para outra. Não, não estou pronta para outra.

Não, não sou coordenadora, sou PROFESSORA e senti falta de minha sala... Fiquei coordenadora por uma serie de incidentes e foi um desafio enorme e desgastante... Até agora, nesse momento em que estou comendo os doces que sobraram tenho várias coisas a resolver e inúmeras conversas chatas para ter a respeito desse evento, mas para elas também vou esperar no minimo a resaca da crise de asma passar e minha respiração voltar ao normal para não explodir desnecessariamente.

Agradeço a Deus por tudo... e vamos que vamos outros desafios virão e quero está preparada para cada um deles!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.