segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

O amor é um filme!!!

Hoje a tarde eu estava jogada no sofa, tentando estudar, acabei desistindo e resolvir continuar minha leitura do romance de Jane Austen: Razão e Sensibilidade... suspiros poeticos e saudades, enfadei-me do livro e liguei a televisão, na televisão me deparei com "Lisbela e o Prisioneiro", um filme muito terno, com uma trilha sonora linda.



Pronto, Inglaterra do século XIX e um filme ambientado no interior de Pernambuco... fiquei romantica e para completar me deparei com uma música do Cordel do Fogo encantado!!!

Faz tempo que não vivo um amooooorrrr, então fiquei lembrando gostosamente de um amor adolescente, da felicidade, da dúvida, da alegria franca de esperar ele passar todos os dias para que eu pudesse correr desesperadamente a escadaria da minha casa e me encontrar com ele para ir a escola... Que bonitinho... um amor se abuletando em mim... faz uns cinco anos que não vejo esse menino magricela... outro dia ele me mandou um recado pelo orkut, está noivo, isso não me doeu... porque a parte o amor não ter vingado foi tão bonitinho, tão docinho... foi um amor filme: bom de lembrar até aqui!!!

Cordel Do Fogo Encantado - Lirinha - O Amor É Filme

Powered by mp3skull.com


O Amor É Filme

Cordel Do Fogo Encantado
Composição: Lirinha

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

Um belo dia a a gente acorda e hum...
Um filme passou por a gente e parece que já se anunciou o episódio dois
É quando a gente sente o amor se abuletar na gente tudo acabou bem,
Agora o que vem depois

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

É quando as emoções viram luz, e sombras e sons, movimentos
E o mundo todo vira nós dois,
Dois corações bandidos
Enquanto uma canção de amor persegue o sentimento
O Zoom in dá ré e sobem os créditos

O amor é filme e Deus espectador!

"- A gente devia ser como o pessoal do filme, poder cortar as partes chatas da vida, poder evitar os acontecimentos!
Num é?!?!"

Um comentário:

  1. Realmente! Quem nos dera poder cortar as partes ruins de nosso dia ao dia, ou ao menos poder avançar quando não quisesse ver...

    ResponderExcluir

Esse blog não representa um exercício de escrita, ele é um exercício de memória, de lembranças e esquecimentos. Funciona como uma caixa onde guardo coisas, sinta-se livre para comentar, mas saiba: comentários sem relação com o post serão excluídos por respeito a quem comenta de verdade.